Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Indústria teme aumento do gás

04 de janeiro de 2008 0

A Câmara de Desenvolvimento Energético do Sistema Fiesc marcou reunião com seus sócios para terça-feira à tarde. O empresário Albano Schmidt, presidente da Câmara, explica que o objetivo é discutir possíveis alternativas ao próximo reajuste do preço do gás natural à indústria, que deve ser anunciado pela Petrobras em breve. A intenção é sugerir um reajuste menor do que será proposto pela SCGás ou escalonamento do aumento.

Conforme Albano Schmidt, qualquer aumento vai afetar muito o custo das empresas, especialmente as cerâmicas, que estão com dificuldades para exportar. E como o dólar está baixo e pode cair mais, a indústria entende que não haveria razão para reajustar o gás.

Postado por Estela Benetti, Florianópolis

Comentários

comments

Envie seu Comentário