Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Pacote versus inflação

06 de janeiro de 2008 0

Após uma série de críticas e ajustes ao pacote econômico, alguns integrantes do governo começam a falar na imprensa sobre as vantagens das medidas.

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, diz que esses aumentos tributários vão ajudar na redução da expansão do crédito e também das pressões inflacionárias, diminuindo a necessidade de o BC aumentar a taxa básica de juros Selic. E o ministro da Fazenda, Guido Mantega, diz que as altas dos impostos vão ajudar a frear o consumo.

Mas o fato é que a CPMF, que incidia sobre todos, não freou o consumo e a inflação do ano passado aumentou principalmente devido a alta dos alimentos, o que continuará ocorrendo este ano, pelo menos no que depender de vários segmentos do setor agropecuário.

Outra pressão inflacionária virá de preços administrados como telefonia e energia, que têm o IGP-M como base de cálculo, índice que aumentou 7,75% no ano passado.

Postado por Estela Benetti, Florianópolis

Comentários

comments

Envie seu Comentário