Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Se tiver racionamento, Sul deverá ser incluído

09 de janeiro de 2008 2

A combinação de falta de chuvas em boa parte do país, instabilidade na oferta de gás da Bolívia, aumento do consumo de energia e atraso em investimentos para geração, especialmente em função de entraves ambientais, poderá implicar em racionamento energético ao país, este ano.

Só que desta vez, ao contrário do que ocorreu no apagão de 2001, deverá incluir também a região Sul apesar de ter bom índice pluviométrico. Isto porque, após aquele problema, foram construídas mais linhas de transmissão para o Sul enviar energia para o Sudeste e para as demais regiões do país, como está ocorrendo atualmente, inclusive com a térmica Jorge Lacerda, da Tractebel.

Se o racionamento ocorrer, a exemplo de 2001, poderá provocar uma expressiva queda no crescimento da economia. As previsões para aquele ano eram de que o PIB do país cresceria 4,5% mas, depois, com a limitação da oferta de energia, ficou em apenas 1,31% (pela metodologia antiga do IBGE). Para este ano, as previsões são de que o PIB crescerá de 4,5% a 5%.

Só para vocês terem idéia dos atrasos para construir usinas, o projeto da Usitesc, uma térmica a carvão no Sul do Estado para gerar 440 MW, vai receber a licença ambiental prévia nesta quinta-feira, da Fatma. Mas o empresário Alfredo Flávio Gazzolla lançou o projeto em 2000. Já se passaram mais de oito anos. Agora é tarde, só nos resta pedir chuvas a São Pedro e torcer para que o racionamento não ocorra.

Postado por Estela Benetti, Florianópolis

Comentários

comments

Comentários (2)

  • VILLI diz: 9 de janeiro de 2008

    TODOS OS ANOS A MIDIA E A OPOSIÇÃO AO ATUAL GOVERNO FEDERAL, VEM COM ESTA DE `APAGÃO`, COMO SE ESTIVESSEMOS AINDA NO GOVERNO DO FHC, QUE PRIVATIZOU MUITAS ESTATAIS, COMO A VALE, E NÃO INVESTIU NADA EM INFRAESTRUTURA, ESPECIALMENTE NO RAMO DE PRODUÇÃO DE ENERGIAS ALTERNATIVAS. VIVEMOS OUTRA ERA, E O ATUAL GOVERNO TEM INVESTIDO NA GERAÇÃO DE ENERGIA, E MESMO COM O DESENVOLVIMENTO ECONOMICO AQUECIDO, TEM SEGURADO O ABASTECIMENTO DE ENERGIA A NIVEL COMERCIAL E DOMESTICO.

  • Robson Niering diz: 9 de janeiro de 2008

    Olá Estela!
    Muito bom seu texto “Se tiver racionamento, Sul deverá ser incluído”. Mas penso que concordes comigo: não é engraçado falar em racionamento, se todos os dias me deparo com várias pessoas lavando calçadas, regando plantas, consumindo de forma predatória litros e litros de água? Economicamente sei que será sofrido para as empresas, mas para a população, talvez seja a maneira mais eficaz para compreender.
    Forte abraço!

Envie seu Comentário