Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O que pesa contra o aumento do gás

24 de janeiro de 2008 0

Ontem foi a vez da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) fazer uma manifestação firme contra um grande aumento no preço do gás natural ao setor. O presidente da entidade, Alcantaro Corrêa, enviou ofício à empresa distribuidora SCGás dizendo que a indústria consegue suportar até 6% de aumento e quer pagar o insumo em 60 dias. Já a empresa quer reajuste de 10% a 15%.

 As indústrias ficaram mais preocupadas ainda com o impacto de um aumento maior diante da crescente crise internacional. Isto porque não será possível aumentar os preços lá fora, com os EUA quase em recessão, e também aqui dentro, porque a concorrência é grande, o Banco Central está de olho na inflação e o consumidor não quer pagar mais.

O governador Luiz Henrique também sugeriu um reajuste mais moderado, a metade do que a empresa está querendo. A decisão da SCGás será tomada no início da próxima semana.

Postado por Estela Benetti, Florianópolis

Comentários

comments

Envie seu Comentário