Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Uma novela romântica para o consumidor

01 de março de 2008 0

Vejam que interessante a iniciativa do Supremo Tribunal Federal para educar o consumidor:

Novela da Rádio Justiça trata das relações de consumo

Honório Zura pode ser considerado um típico avarento. Ele controla a conta-gotas o consumo de água e acha que todo mundo é gastador. O controle de Honório vai além dos bens materiais, pois ele comanda com pulso firme os passos da sobrinha, Madalena.

Ela quer se casar com o pobretão Amâncio, mas vai ter que enfrentar a implicância do tio diante da situação financeira do namorado. Assim, Madalena recorre aos serviços de uma agência matrimonial e encontra Esposete 3000, a mais nova e moderna esposa para o tio.

A idéia é amolecer o coração de Honório e fazer com que ele aprove o casamento com Amâncio. As coisas não acontecem conforme o planejado e Madalena se descobre vítima de uma propaganda enganosa. As relações de consumo e os direitos do consumidor enredam a novela Liquidação de Emoções, em cartaz no programa Justiça em Cena, da Rádio Justiça.

A história estréia na próxima segunda-feira, dia 3 de março, e tem roteiro de Guilherme Macedo, direção de Viviane Yanagui e sonoplastia de Marcus Tavares.

Histórico O “Justiça em Cena” é um projeto da Rádio Justiça iniciado em 2004, quando da inauguração da emissora. Retomado e reelaborado em 2007, o programa já está na 7ª edição. A primeira, Tempos de Suplicação, tratou dos primórdios da Justiça independente no Brasil, com a chegada da família real. A segunda, A Fera de Macabu, teve como foco a história do fazendeiro Motta Coqueiro, condenado injustamente à forca por assassinato, fato que levou ao fim da pena de morte no Brasil, por volta de 1875.

A terceira, Bola Fora, tratou do bolão de loteria que quase chegou aos tribunais, além da Lei Maria da Penha e dos Juizados de Conciliação. A quarta, Em Nome da Honra, retratou os crimes cometidos em defesa da honra. A quinta, Reunião de Família, enfocou a reinserção de ex-presidiários na sociedade.

A última, Alice no País do Trabalho, falou das formas ilegais de exploração do trabalho. Em novembro de 2007, Justiça em Cena foi considerado %22Melhor Programa de Rádio%22 pelo 5º Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça.

O projeto conta com a colaboração de técnicos, editores e repórteres da Rádio e da TV Justiça. Liquidação de Emoções tem as vozes de Guilherme Macedo, Léa Paula, Mahêva Campos, Miguelzinho Martins, Odete Rocha, Tomaz Menezes e William Galvão. No ar Liquidação de Emoções será veiculada em nove horários, de segunda a sexta-feira: às 8h50, 12h50, 14h50, 18h20, 21h50, 23h50, 1h50 , 3h50 e 5h50.

Sábado e domingo, às 20h, a rádio apresenta o compacto com a história completa. O áudio das três primeiras radionovelas produzidas pela Rádio Justiça está disponível no site do projeto Bicentenário do Judiciário Independente, no link %22Rádio Bicentenário%22.

 A Rádio Justiça é sintonizada em 104,7 MHz, em Brasília, via satélite ou pelo site www.radiojustica.gov.br.

Postado por Estela Benetti, Florianópolis

Comentários

comments

Envie seu Comentário