Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Razões da alta do PIB

12 de março de 2008 1

O crescimento de 5,4% do Produto Interno Bruto (PIB) do país em 2007, um pouco acima do esperado por boa parte do mercado, é uma boa surpresa. Entre os fatores que pesaram para essa expansão está a taxa de investimento de 17,6%, impulsionada pela formação bruta de capital fixo (FBCF), indicador que mostra, principalmente, a expansão dos investimentos em máquinas e equipamentos e construção civil e que cresceu 13,4% no ano passado.  Também pesou o crescimento da oferta de crédito, o maior número de empregos formais e a melhor distribuição de renda.

Para este ano, o crescimento previsto é de 4,6%, um pouco menor em função de recuo provocado pela crise americana. Mas um crescimento mais consistente da economia do país, no longo prazo, seria possível com taxa de investimento da ordem de 25%. Além disso, o governo federal deveria reduzir os seus gastos correntes. 

Postado por Estela Benetti, de São Paulo

Comentários

comments

Comentários (1)

  • André Leite diz: 12 de março de 2008

    Estela,
    Em relação ao crédito, convém ressaltar que, com a inflação sob controle, aumentam-se os prazos de concessão de crédito, permitindo maior demanda por parte das classes mais humildes.

Envie seu Comentário