Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Decisões nos EUA não evitam queda das bolsas

17 de março de 2008 0

As ações das autoridades americanas para conter queda do o mercado financeiro mundial neste início de semana não atingiram o efeito esperado. As bolsas asiáticas abriram em queda nesta segunda-feira, o que reflete a preocupação do mercado com a maior gravidade da crise americana. A principal, de Tóquio, operava em baixa de 2,94% às 2h30m da madrugada (horário de Brasília).

O Fed, banco central dos EUA, trabalhou todo o fim de semana em medidas para amenizar a crise. Além de auxiliar na negociação de compra do banco de investimentos Bear Stearns pelo JPMorgan Chese, injetou recursos próprios na operação. Outra medida de urgência foi a redução da taxa de redesconto bancário (de empréstimos entre bancos) em 0,25 ponto percentual, reduzindo a mesma para 3,25% ao ano.

As medidas das autoridades americanas, em pleno fim de semana, sinalizam que a crise é maior do que a maioria imagina. Isso significa que o impacto na economia brasileira pode ser grande e a previsão de crescimento de 4,5%, este ano, dentro de um cenário conservador, pode não se concretizar.

Postado por Estela Benetti, Florianópolis

Comentários

comments

Envie seu Comentário