Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Não vai faltar arroz, diz Faesc

26 de abril de 2008 0

Veja a abertura do Informe Econômico, a minha coluna no DC deste sábado:

As medidas anunciadas pelo governo federal para conter o preço do arroz, como possível limitação das exportações e liberação do estoque regulador, já estão tirando o sono dos produtores. O vice-presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de SC (Faesc), Enori Barbieri, grande conhecedor do mercado agrícola nacional e mundial, vê um exagero nas medidas porque não vai faltar arroz no país.

Isto porque, segundo Barbieri, o Brasil conta com produção de 12 milhões de toneladas/ano, que é o consumo médio anual, e, além disso, tem mais 1,6 milhão de toneladas do estoque regulador do governo. Na avaliação dele, até seria bom exportar um pouco para que o preço fique no patamar de R$ 30 por saca, que permite ao produtor cobrir os custos de produção e sobrar um pouco para pagar dívidas.

_ Há quatro anos o setor não tem preço suficiente para cobrir os custos de produção e ainda enfrentou várias secas. Nesse período, o consumidor pagou cerca de R$ 5 por cinco quilos de arroz, o que é um valor muito baixo. Agora, que o produtor poderia ter um preço melhor, vêm medidas para que o preço continue baixo _ lamenta.

Postado por Estela Benetti, Florianópolis

Comentários

comments

Envie seu Comentário