Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2009

O que precisa melhorar no trabalho no Brasil

30 de abril de 2009 0

Postado por Estela Benetti, redação

Crise e gripe reforçam congresso do WTTC

30 de abril de 2009 0

A crise global e a gripe suína reforçam o congresso anual do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC da sigla em inglês), que será realizado no Costão do Santinho, em Florianópolis, de 14 a 17 do próximo mês. Essa foi a mensagem passada pelo presidente executivo do WTTC, Jean-Claude Baumgarten, hoje, na entrevista coletiva em São Paulo, que contou, também, com a participação do governador Luiz Henrique; da presidente da Embratur, Jeanine Pires, e do secretário de Articulação Internacional do Estado, Vinícius Lummertz.

Baumgarten disse que o evento será uma oportunidade de os empresários do setor buscarem soluções para esses dois obstáculos. Sobre a gripe, que já é classificada como pandemia, o executivo falou que confia nas orientações das autoridades de saúde e acredita que o problema está sobre controle. Segundo ele, o evento não será alterado em função dessa doença e que o WTTC recomenda seguir as orientações das autoridades de saúde mundiais e de cada país.

Sobre os prejuízos causados pela gripe no setor turístico, ele disse que ainda é cedo para prever e que alguns resultados podem ser apurados em mais algumas semanas.

Postado por Estela Benetti

Suíno do país não tem vírus da gripe, diz Embrapa

30 de abril de 2009 0

O pesquisador da Embrapa Suínos e Aves, de Concórdia, Paulo Augusto Esteves, informou que não há amostras do vírus H1N1 em suínos no Brasil e não há possibilidade de humanos serem infectados por contato com suínos. Em nota, a Embrapa denomina a epidemia de influenza Norte-americana, popularmente chamada de gripe suína.

Com base nessa informação, o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, vai enviar correspondência aos principais países importadores de carne suína do Brasil informando que os animais do país não têm o vírus, por isso não há risco em consumir a carne suína brasileira.

Postado por Estela Benetti

SC ganha novos shoppings apesar da crise

29 de abril de 2009 0

Postado por Estela Benetti, redação

Juros em novo ritmo de queda

29 de abril de 2009 0

Confirmando expectativas, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) reduziu a taxa básica em um ponto percentual, diferente da reunião anterior, quando o corte atingiu 1,5 ponto percentual.

Entre os fatos que pesaram nessa decisão está o ritmo de benesses do governo, com corte de IPI para alguns setores da economia _ automóveis, eletrodomésticos e construção civil. Uma redução maior de juros beneficiaria a economia de forma mais equilibrada, porque o custo do dinheiro, no país, ainda é um dos maiores do mundo.

Entre os que criticaram esse corte menor dos juros está o presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), Roque Pellizzaro.

 

Postado por Estela Benetti

BNDES promete linha especial para avicultura

29 de abril de 2009 0

Produtores de frango do país poderão ter socorro especial do BNDES, com linha de crédito de R$ 3 bilhões. O objetivo seria melhorar a oferta de capital de giro das indústrias, informou o ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, ao site UOL.

Ele lembrou que o Brasil é o maior exportador mundial de frango e citou a produção de Santa Catarina. Mas desde que estourou a crise global, em outubro, as agroindústrias solicitam linha especial de crédito e até agora não receberam nada compatível com as necessidades do setor. Aqueles R$ 10 bilhões anunciados recentemente têm custo superior a 11% ao ano, o que é muito caro, me informou dirigente de uma grande cooperativa do setor.

Postado por Estela Benetti

A mudança na Embraco

29 de abril de 2009 0

Do Informe Econômico:

A Embraco, de Joinville, líder mundial em mercado e tecnologia de compressores herméticos para refrigeração, controlada pela multinacional americana Whirlpool, trocou de comando ontem. Sai o engenheiro joinvilense Ernesto Heinzelmann, que estava na presidência desde o início dos anos 1990, e entra João Brega, que presidia as operações da Whirlpool no Canadá e México.

Sob a liderança de Heinzelmann, a Embraco conseguiu atingir a liderança mundial no mercado de compressores, posto que era da japonesa Matsushita. Essa conquista foi em função dos investimentos em pesquisa e desenvolvimento, que colocaram a empresa no topo da tecnologia do setor, e ela passou a ser uma das mais admiradas do mundo. Nos últimos anos, a Embraco chamou atenção do mercado com o lançamento de compressor que gasta cerca de 40% menos energia em relação às versões anteriores do produto.  

João Brega é um executivo com passagens por vários postos na Whirlpool, empresa que é líder mundial em eletrodomésticos da linha branca e, no Brasil, detém as marcas Consul e Brastemp. Ele atuou no Brasil, Estados Unidos, Canadá e México. Há cerca de dois anos, a Whirlpool incorporou a Embraco, que era uma empresa independente.

Desde que estourou a crise global, a Embraco enfrenta dificuldades de vendas e já adotou vários períodos de férias coletivas. Há poucos meses, também foi acusada de formação de cartel internacional, juntamente com todas as demais fabricantes mundiais do setor: Tecumseh, ACC, Danfoss, Elgin e Matsushita.

Postado por Estela Benetti

Gripe afeta mais a suinocultura e o turismo

28 de abril de 2009 0

Postado por Estela Benetti, redação

BB oferece prazo generoso para linha branca

28 de abril de 2009 0

O Banco do Brasil promete lançar nesta sexta-feira linha de crédito para financiar eletrodomésticos que têm desconto de IPI. O juro será a partir de 1,99% e o prazo de pagamento vai até 60 meses, podendo ter 180 dias de carência.

A taxa de juro é acessível, mas fica cara no longo prazo. O Banco do Brasil exagerou no prazo. O máximo para eletrodomésticos deveria ser prazo de 24 meses e não 60 meses, que é um período usado em financiamento habitacional.

Postado por Estela Benetti

Gripe abala o turismo

28 de abril de 2009 0

A gripe suína é mais uma ameaça ao setor turístico globalizado, que afeta, principalmente, as companhias aéreas e hoteleiras. Desde 2001, o setor enfrentou queda de demanda em função do terrorismo do 11 de setembro de 2001; da Síndrome Respiratória Aguda (Sars), em 2003, que matou 800 pessoas no mundo; e a gripe aviária, em 2006, que atingiu pessoas e aves.
O novo problema, somado ao da crise global, está abalando o setor, que depende, basicamente, da mobilidade das pessoas. Será mais um tema a ser debatido no Congresso Mundial de Turismo, agendado para o período de 14 a 18 do próximo mês, em Florianópolis, numa promoção do WTTC, Conselho Mundial de Viagens e Turismo.

O secretário Vinícius Lummertz, que é um dos vice-presidentes do evento, disse ontem que nada foi alterado na programação em função da gripe suína.

Postado por Estela Benetti

O nome "gripe suína" preocupa produtor

28 de abril de 2009 0

Do Informe Econômico: 
As empresas que mais tiveram quedas nas bolsas mundiais, ontem, diante da nova gripe, que ameaça se tornar uma pandemia, foram as de turismo, mas quem se apressou a dar explicações para não perder vendas por informações equivocadas foram as entidades do setor de carne suína no Brasil. A Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) alertou que a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) recomendou a denominação “influenza norte-americana”, seguindo a norma de denominação geográfica, e o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Carne Suína (Abipecs), Pedro Camargo Neto, recomendou o nome “gripe mexicana”.
A gripe tem vírus de aves, suínos e humanos, mas o fato de ser denominada gripe suína já implicou na suspensão de importações de carne de porco do México e dos EUA. Isso pode levar consumidores do exterior a evitar carne suína, embora o produto, industrializado ou in natura, não apresente risco.
O presidente da ABCS, Irineu Wessler, observa que o Brasil destaca-se no cenário mundial pela qualidade da sua carne suína, é o quarto produtor e exportador mundial. No ano passado, exportou para 76 países e faturou US$ 1 bilhão. Há quem acredite que, com o cancelamento de compras do México, o produto brasileiro pode ser mais demandado lá fora.
O presidente da Federação da Agricultura de SC, José Zeferino Pedrozo, não vê muito risco de rejeição da carne suína no Brasil porque a maior parte é consumida em produtos industrializados

Postado por Estela Benetti

Fila estreia no futebol com o Figueirense

28 de abril de 2009 0

Milton Souza, diretor de marketing da marca Fila no Brasil/Divulgação

A marca esportiva italiana Fila, que responde por cerca de 40% do grupo catarinense-gaúcho Dass, ingressa no dinâmico mercado de produtos para o futebol por meio de parceria com o Figueirense Esporte Clube, de Florianópolis. O uniforme oficial foi lançado ontem à noite, com desfile no Taikô, em Jurerê Internacional, e na manhã de hoje a nova camisa um já pode ser adquirida nas lojas que vendem os produtos do clube, na Capital, por R$ 150.
Conforme o diretor da marca no Brasil, Milton Souza (foto), em cerca de 60 dias será lançada a coleção com mais produtos para os torcedores, incluindo uma linha casual. O outro clube que firmou parceria com a Fila é o Botafogo, do Rio. Para ingressar no segmento de produtos para futebol, a Fila investiu R$ 3 milhões. Os itens são confeccionados em fábricas de Santa Catarina, Ceará e Bahia.

Postado por Estela Benetti

Weg lucra R$ 122 milhões no primeiro trimestre

27 de abril de 2009 0

A Weg, de Jaraguá do Sul, obteve no primeiro trimestre do ano lucro líquido de R$ 122,2 milhões, 3% inferior ao do mesmo período do ano passado, mas 25% acima do obtido no trimestre anterior. A receita operacional bruta do período alcançou R$ 1,271 bilhão, 15,6% maior que a do mesmo trimestre de 2008 e 18,1% inferior ao trimestre anterior, o último do ano passado.

A empresa conseguiu ampliar as vendas em 6,5% no mercado interno e em 4% no mercado externo (medida em dólares), frente ao primeiro trimestre de 2008. Em função da variação cambial, em reais, as exportações da empresa cresceram 38%.

_ Em condições normais este resultado seria saudado como um evento corriqueiro. Mas as condições de mercado que enfrentamos neste primeiro trimestre não foram corriqueiras em absoluto e o fato de conseguirmos obter este resultado é, mais uma vez, a comprovação de termos um modelo de negócios robusto _ disse o  Diretor Administrativo e de Relações com Investidores da WEG, Alidor Lueders.

O executivo admitiu que, diante das dificuldades causadas pela crise, a empresa pode não atingir as metas deste ano. Uma parte da atividade da Weg ainda se refere a pedidos efetuados antes do estouro da crise global.  

Postado por Estela Benetti

Doença afeta o turismo

27 de abril de 2009 2

Se continuar evoluindo de forma acelerada, a gripe suína poderá afetar a economia, prejudicando mais fortemente as empresas ligadas ao turismo, com companhias aéreas, hotéis e restaurantes.

A doença poderá prejudicar, também, o congresso mundial do WTTC, que será realizado a partir de 14 de maio próximo, em Florianópolis.

Postado por Estela Benetti

Gripe suína traz ameaça semelhante a da Sars

27 de abril de 2009 1

Da forma como vem se propagando, a gripe suína, que começou no México, avançou nos EUA e é investigada em vários outros países, apresenta ameaça semelhante à Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars, na sigla em inglês), que começou em Cantão, na China em 2002, e matou 800 pessoas no mundo, especialmente em 2003 e 2004. 

Essas ameaças, que inibem as pessoas de viajar e frequentar locais públicos, acabam causando um grande impacto negativo à economia e um dos setores mais atingidos é o turismo.

Mas autoridades de saúde do mundo inteiro estão confiantes sobre as possibilidades de controle porque, hoje,  há mais recusos tecnológicos do que antigamente. Uma prova disso foi exatamente o recuo da Sars: as autoridades informaram as formas de contágio, as pessoas passaram a usar máscaras e a tomar outros cuidados e, gradativamente, o problema recuou após 800 mortes e oito mil  contaminados no mundo.

Postado por Estela Benetti

Gripe suína não atinge os animais

27 de abril de 2009 1

As atenções do mundo se voltaram, nos últimos dias, para a gripe suína, que surgiu no México, atingiu os EUA e já matou dezenas de pessoas. Mas, apesar de ser chamada de gripe suína, ela não está atingindo a produção de suínos, e, segundo o que já foi identificado por cientistas, ela é causada por mutações de vírus de gripe de humanos, suínos e aves.
Apesar de não atingir animais, a cadeia produtiva de carne suína de SC está atenta para o esclarecimento dessas informações, porque, se não houver explicações, o consumidor pode restringir o consumo do produto no Brasil ou no exterior, o que afetará a produção. O presidente da Federação da Agricultura do Estado (Faesc), José Zeferino Pedrozo, disse para a coluna que está satisfeito com a forma como as notícias sobre a gripe estão sendo veiculadas pela mídia, sempre informando que o problema não atinge a produção de suínos.
Segundo ele, isso é importante porque o setor já enfrenta dificuldades devido à crise global, que restringiu as exportações e derrubou a cotação. Mas os preços acessíveis impulsionaram discretamente as vendas no Brasil, que estavam em pouco mais de 12 quilos per capita/ano e subiram para pouco mais de 13 quilos per capita/ano.
No mês de março, as exportações brasileiras de carne suínal começaram a reagir, com aumento de 20% frente a março de 2008, mas os preços estão baixos.

Postado por Estela Benetti

Uvas de altitude

26 de abril de 2009 0

A Vitivinícola Urussanga inicia nesta segunda-feira a colheita de uvas carbenet sauvignon em São Joaquim. A produção é em parceria com os produtores Adriano Costa e Zaga Costa. Segundo o proprietário da vinícola, Renato Damian, a vinificação será em Urussanga. Serão colhidas 10 toneladas, para a produção de 7 mil garrafas do vinho Privilège Casa del Nonno.

 

Postado por Estela Benetti

Juro deve cair menos

26 de abril de 2009 0

Diante de mais dados que apontam retomada da atividade econômica e de mas benesses do governo federal para aumentar o consumo, como as reduções de IPI, já há um certo consenso entre a maioria dos analistas de que o Comitê de Política Monetária (Copom), vai reduzir o ritmo de corte dos juros básicos da economia, a Selic, na próxima quarta-feira.

O corte de 1,5 ponto percentual deverá dar lugar a um recuo menor, de 1 ponto percentual.

Postado por Estela Benetti

Congresso do WTTC apresenta SC ao mundo

25 de abril de 2009 2

O secretário Vinícius Lummertz/Hermínio Nunes

Do Informe Econômico:

A menos de 20 dias do mais importante evento estratégico do turismo global, o 9º congresso do WTTC, Conselho Mundial de Viagens e Turismo, que será realizado no Costão do Santinho, em Florianópolis, Santa Catarina e sua capital já contabilizam imensurável projeção mundial por estarem na agenda dos líderes das maiores empresas globais do setor. O site do evento, www.globaltraveltourism.com, em inglês, dá uma bela síntese das oportunidades turísticas em SC, e o Estado aparece, também, em várias outras mídias.

Mas a projeção será muito maior com o congresso, cuja realização foi viabilizada pela iniciativa ousada do governador Luiz Henrique da Silveira, que aproveitou a presença do presidente do WTTC, Jean-Claude Baumgarten, no Painel RBS de julho do ano passado.

Esta será a primeira edição do congresso no Hemisfério Sul, e a escolha do Brasil e de SC, um polo turístico a ser descoberto pelo mundo, tem a ver com o desafio estratégico do próprio WTTC e o tema desta edição: “Parcerias reais energizando economias”.

Saiba mais sobre as estratégias na entrevista com um dos três vice-presidentes do congresso, o secretário de Estado de Articulação Internacional, Vinícius Lummertz.

LÍDERES DO EVENTO

— Com perfil diferente, o Congresso Mundial de Turismo tem dois presidentes e três vice-presidentes. Os presidentes são o governador Luiz Henrique e o ministro do Turismo, Luiz Barreto. E os vice-presidentes são o presidente do WTTC, Jean-Claude Baumgarten, a presidente da Embratur, Jeanine Pires, e eu.

ASSESSOR DE OBAMA

— A grade de palestrantes é global, e uma das estrelas é o economista Martin Feldstein, professor da Universidade de Harvard e integrante do Conselho Assessor para a Recuperação Econômica, criado pelo presidente dos EUA, Barack Obama. Do Brasil, eu e a presidente da Embratur participaremos de um painel, e o Paulo Nogueira Batista, economista do FMI, será um dos palestrantes.

LÓGICA DO CONSELHO

— A lógica do WTTC é elevar a importância do turismo mundial. Ele é um conselho que nasceu de uma reunião dos grandes gestores do turismo mundial, presidentes das cem maiores empresas do setor, que se reuniram, em Paris, na busca de caminhos. Quem levantou a bola do setor foi o ex-secretário de Estado dos EUA Henry Kissinger, que encaminhou uma mensagem poderosa aos empresários, afirmando que eles representavam a maior indústria do mundo. O WTTC começou a tratar do conhecimento da área e destacou as viagens. Este é o nono summit (congresso, em inglês) e tem como objetivo ressaltar a importância do turismo sustentável, gerador de empregos e de integração entre os povos.

TURISMO E EMPREGO

— O turismo é um grande gerador de empregos. Ele emprega uma em cada 12 pessoas no mundo. O foco do WTTC não é apenas o turismo entendido como o tradicional, não essencial, de passeios. Ele trata da mobilidade global da economia, a essência do lado positivo da globalização. Hoje, as pessoas de classe média podem fazer o que reis não puderam fazer em outros tempos, que é conhecer o planeta num piscar de olhos. E a idéia do WTTC é gerar consciência para esse conjunto de fatores, a expansão dos mercados em harmonia com o meio ambiente, a redução dos obstáculos a essa indústria que tem, ainda, um grande potencial de crescimento.

POTENCIAL DE SC

— Não estamos autorizados a divulgar, mas teremos uma pesquisa, que vai ser apresentada no congresso, sobre a potencialidade do turismo de Santa Catarina. Com investimento de 200 mil euros e feita pela Oxford Economics, essa pesquisa será uma das contribuições do WTTC para o Estado. É um levantamento que orienta investidores. Por isso não apenas teremos um evento em Florianópolis, mas a Capital, no âmbito da economia catarinense, além de sediar o evento, vai ter um estudo focado no seu potencial. Também vai ser entregue, durante o congresso, aqui, o prêmio World Travel Global, que é o prêmio do turismo do futuro, voltado ao turismo sustentável.

OUTROS FÓRUNS

— Além da pesquisa e prêmios, estaremos recebendo pessoas do World Economic Forum, de Davos, e do Milken Institute, que são os grandes fóruns nas suas respectivas áreas: economia e finanças. Eles se aproximam do summit do WTTC, que é o maior do setor turístico. Isso ocorre porque no momento em que a governança mundial deixa lacunas porque as principais instituições globais ainda são do pós-guerra, grupos de empresas de sociedade civil tentam compensar isso com o esforço de busca de alternativas globais, embora a governança ainda esteja na soberania de países.

CRISE MUNDIAL

— A crise global não será tratada diretamente na pauta do congresso, mas é o assunto transversal que integrará todos os temas. Afinal, a crise colocou a necessidade de uma nova consciência planetária, ela trancou o mundo antes de algumas curvas, como as da falta de energia, aquecimento global e falta de alimentos. No summit após o 11 de setembro, o grande desafio era motivar o mundo a continuar viajando. Este ano é na mesma linha, só que mais grave ainda, porque a crise é global e não localizada. Um dos temas abordará a vida no mundo sem tempo para pensar. Outro tema é a questão da necessidade de mudança de valores e preservação da natureza.

PARA A CAPITAL

— Eu gostaria de clarear um ponto: vamos movimentar, no evento, cerca de US$ 3 milhões com os serviços que serão utilizados na cidade e região. Mas isso é uma coisa ínfima diante das vantagens do congresso. Só em mídia mundial, os parceiros estão investindo US$ 3,5 milhões. Florianópolis é uma cidade extremamente conhecida no Brasil, mas não era no exterior. A partir de agora, será. É claro que não vamos ter um sheik comprando US$ 1 milhão em chocolates, mas, a médio prazo, deveremos receber turistas e investimentos no Estado.

PROTAGONISTAS

— Pela primeira vez, deixaremos de ser meros assistentes das mudanças do planeta para sermos protagonistas, ao sediarmos um dos maiores eventos planetários, onde se discute caminhos para um setor que gera 10% dos empregos do mundo. Acredito que será um divisor de águas, a partir do qual poderemos pensar melhor nosso futuro.

EVENTO PARALELO

— Além do Congresso Mundial de Turismo, no Costão do Santinho, temos o Festival de Integração Multicultural Catarinense (FIMC), no CentroSul, onde serão apresentadas nossas atrações turísticas e vários painelistas marcarão presença. Entre eles, estarão arquitetos de nome mundial, que veem as transformações de ambientes como oportunidades turísticas. Acho que o congresso será um evento muito rico, que apresentará SC como um dos lugares maravilhosos do mundo que ainda vale a pena conhecer.

Postado por Estela Benetti

Tufi Duek deixa grupo AMC de Jaraguá

25 de abril de 2009 0

 

Em comunicado à imprensa, ele disse que a transição ocorreu com sucesso, não havia necessidade da sua permanência por mais dois anos e que estaria pronto para novos desafios. Já o jornal O Globo publicou informação de que houve desentendimentos sobre a qualidade de tecidos. O estilista fundou a Forum em 1981 e a marca se tornou referência de jeans no Brasil.

O estilista Tufi Duek, que em março do ano passado vendeu suas marcas Forum, Triton, Tufi Duek e Forum Tufi Duek para o grupo AMC, de Jaraguá do Sul, também dono da Colcci, Sommer, Carmelitas e Malhas Menegotti, deixou a direção criativa das marcas. O contrato previa um ano de trabalho e renovação por mais dois anos.

Postado por Estela Benetti