Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Apagão afeta o setor leiteiro

10 de setembro de 2009 0

Do Informe Econômico:

  • A cadeia produtiva leiteira do Oeste de SC, por ser mecanizada e automatizada, sofre com o apagão de energia elétrica causado pelo vendaval de segunda-feira à noite. O empresário Acari Menestrina, presidente da Laticínios Cedrense, empresa que tem base maior no Extremo-Oeste do Estado, já calcula perdas superiores a R$ 1 milhão ao setor em função da falta de energia nestes dias. Segundo ele, a preocupação maior é com a unidade de São José dos Cedro onde está a matriz da empresa, pois a energia só deverá ser restabelecida amanhã ou sábado. A Cedrense tem geradores na unidade, mas a energia é suficiente apenas para uma parte da produção.

    – Ontem (terça-feira), estávamos com mais de 500 mil litros de leite parados na empresa – disse Acari Menestrina.

    A falta de luz provoca perdas em cascata porque as ordenhadeiras e os tanques de refrigeração são elétricos, o processo industrial também e o mesmo ocorre com os sistemas automatizados de expedição. A Cedrense, que tem cinco unidades fabris na região, ficou no meio do caminho do tornado. A empresa recebe leite de 6,5 mil agricultores em 160 municípios, teve faturamento de R$ 220 milhões ano passado e projeta crescer 12% este ano.

    Ajuda bancária

  • Como a maioria dos agricultores não tem seguro para galpões e residências, eles esperam linhas especiais de crédito do governo federal para poder financiar imóveis e a infraestrutura produtiva.

    Em média, os produtores de leite têm faturamento mensal de R$ 2,5 mil com o produto, o que dá um fôlego para recomeçar.

  • Postado por Estela Benetti

    Comentários

    comments

    Envie seu Comentário