Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 11 maio 2010

Donini é candidato à presidência da Fiesc

11 de maio de 2010 0

O empresário Vicente Donini, presidente do conselho do grupo Marisol, de Jaraguá do Sul, informou hoje à tarde que é candidato à presidência da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), para o mandato que se inicia no segundo semestre do ano que vem.

Ele comunicou sua decisão hoje, ao presidente do Sistema Fiesc, Alcantaro Corrêa. Donini deixou o cargo de diretor-secretário da entidade no ano passado, criticando a falta de transparência.

Tecnologia para reduzir a conta de luz

11 de maio de 2010 0

A Celesc pode ser a pioneira na América Latina a homologar um medidor de consumo de energia que permite aos clientes da companhia monitorar seu consumo e, assim, economizar para reduzir o valor da conta de luz. Isto é possível com o uso do Power Metter, um aparelho que é acoplado no medidor de consumo da residência ou empresa e informa, pela pela internet, via Google, quanto está sendo gasto. Na Alemanha, onde algumas regiões já adotam a tecnologia, houve caso de redução de até 65% do consumo no horário de pico.
O plano para o uso desta tecnologia pela Celesc foi elaborado em projeto de pesquisa e desenvolvimento à estatal pelo Instituto I3G, dos pesquisadores doutores Hugo César Hoechl e sua mulher, Tania Cristina Dagostini Bueno, mais a mestre e doutoranda da UFSC Sonali Bedin. Eles apresentaram a proposta em congresso internacional de Sistemas de Informações em Berlim, Alemanha, semana passada, e receberam o aval científico para a adoção da tecnologia pela Celesc. O medidor, que já é usado em algumas regiões da Alemanha e EUA, custa cerca de R$ 100.

Energia alternativa

O trabalho dos pesquisadores para a Celesc envolveu também pesquisas sobre energia geotérmica profunda, aquela que vem da terra, e de geração eólica em grandes altitudes. Esses estudos também foram apresentados no evento de Berlim, pelos pesquisadores Sonali Bedin, Hugo César Hoechl e Tânia Bueno. Segundo Hoechl, a Celesc tem, hoje, uma conta de compra de energia de R$ 2,7 bilhões. Se os consumidores gastarem menos, ela pode ter uma base maior de clientes ou pode reduzir a compra de energia junto a geradoras.O medidor ajuda as pessoas a usarem equipamentos que gastam mais energia fora dos horários de pico.