Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 13 maio 2010

Tractebel obtém lucro de R$ 249 milhões

13 de maio de 2010 0

Uma das companhias mais lucrativas do país, a Tractebel Energia, obteve, no primeiro trimestre do ano, lucro líquido de R$ 249 milhões, 6% maior que o do mesmo período do ano passado. O ebitda (lucro das operações) da companhia cresceu 22% e a receita líquida atingiu R$ 945 milhões, quase 10% superior a do mesmo trimestre de 2009.

O resultado melhor, segundo o presidente da empresa, Manoel Zaroni, foi obtido com maior revenda de energia, entrada em operação da usina São Salvador e aumento do preço médio de venda, entre outras razões.

Com ondas do mar

Maior geradora privada de energia no Brasil, a Tractebel, que tem sede em Florianópolis, tem novos projetos no segmento de energia limpa. Participa do desenvolvimento do projeto piloto de uma usina movida pelas ondas do mar no Ceará, em parceria com a Coppe/UFRJ, uma proposta inédita que está recebendo investimento de R$ 15 milhões, informa Zaroni.

A empresa iniciou em março a operação da PCH Areia Branca, em Minas Gerais, que gera 19,8 MW e, nos próximos meses, vai inaugurar sua primeira usina movida a bagaço de cana-de-açúcar, a térmelétrica Destilaria Andrade, de 33 MW, em parceria com a Açúcar Guarani.

Brasil Foods lucra R$ 53 milhões no primeiro trimestre

13 de maio de 2010 0

A gigante de carnes e alimentos Brasil Foods, que reúne a Perdigão e a Sadia e ainda aguarda decisão do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para a fusão, divulgou hoje o balanço com lucro líquido de R$ 53 milhões. Leia comunicado da companhia, abaixo.

—————————————————————————-A BRF Brasil Foods fechou o primeiro trimestre de 2010 com receita bruta de 
R$ 5,8 bilhoes e registrou importante recuperacao no desempenho operacional. O 
EBITDA totalizou R$ 447,3 milhoes, valor 148% superior em relação a base 
proforma de 2009.
O lucro liquido ficou em torno de R$ 53 milhoes, ante um resultado negativo de 
R$ 465,2 milhoes verificado em igual periodo do ano anterior na mesma base 
comparativa. 
O desempenho do primeiro trimestre reflete a boa performance do mercado interno 
e a retomada gradual das exportacoes. Soma-se a esses dois fatores, a reducao de 
custos e despesas, que em 2009 foram fortemente impactados pela volatilidade 
cambial e a queda de volumes. 
No decorrer do trimestre, a BRF concluiu o planejamento de integracao e de 
identificacao de sinergias entre Perdigao e Sadia, para implementacao apos a 
decisao do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Economica). 
As operacoes das duas empresas foram estudadas detalhadamente, em todas as 
areas, para que se escolhessem as melhores praticas. Toda a parte de analise 
esta pronta e os planos para a execucao de tais praticas em fase de finalizacao, 
para que sejam adotadas no primeiro dia efetivo de trabalho em conjunto.

MERCADO INTERNO 
No primeiro trimestre de 2010, o mercado brasileiro mostrou-se promissor diante 
de um ambiente macroeconomico positivo, favorecendo o crescimento das vendas de 
produtos processados e a melhoria de rentabilidade. 
As vendas internas somaram R$ 3,7 bilhoes, com destaque para processados de 
carne, que pontuaram crescimento de 4,8% em volumes. Na atividade de lacteos, as 
receitas cresceram 6,3% e o aumento de volumes chegou a 2,7%, apesar da elevacao 
dos custos medios de captacao de leite, que pressionaram parcialmente as 
margens. 
Outros produtos processados - entre os quais, massas, pizzas e margarinas - 
tambem tiveram bom desempenho, com receitas 14,9% maiores e elevacao de volumes 
em 10,6%. 
Vale ressaltar, no desempenho do mercado interno, a contribuicao da area de food 
service, que apresenta constante evolucao em sua lucratividade, sustentada pelo 
incremento das vendas de industrializados com maior valor agregado. 

MERCADO EXTERNO 
O cenario internacional favoreceu a melhoria de performance em importantes 
mercados, como Asia e Eurasia, e a retomada parcial das margens em exportacoes 
no trimestre, revertendo as margens negativas registradas no ano passado. 
As vendas externas somaram R$ 2 bilhoes, representando um recuo de 7,8% em 
receitas e de 1,1% em volumes diante do mesmo periodo do ano anterior em base 
proforma. 
Na atividade de carnes, os precos medios em reais experimentaram queda de 6,5%, 
enquanto no segmento de lacteos houve aumento de 12% nos precos medios em reais. 

"Mundo real" na Expogestão

13 de maio de 2010 0

Entre as razões que levam, anualmente, cerca de 1,5 mil empresários e executivos ao congresso da Expogestão, em Joinville, uma das principais é que no evento eles têm oportunidade de ouvir, nas palestras, depoimentos do mundo real das empresas. Outro motivo forte, segundo o organizador Alonso Torres, presidente da Opera Eventos Corporativos, é o relacionamento com executivos de outras companhias.

– Muitos marcam reuniões de trabalho em Joinville, no período da Expogestão, só para poder participar de palestras no congresso e ter contatos, nos corredores, com outros executivos de setores empresariais diferentes – explica Alonso.

Da OCDE
Quem confirmou presença na Expogestão e poderá participar de um debate é José Antonio Ardávin, chefe para a América Latina da OCDE, a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico.
Ardávin estará no evento dia 21 e poderá ter participação no final da palestra do Nobel de Economia de 2004, Edward Prescott, que falará sobre o novo ciclo econômico mundial pós-crise.

Conta cara

13 de maio de 2010 0

A pró-reitoria de Infraestrutura da UFSC viu a conta telefônica da instituição duplicar nos últimos meses. De R$ 70 mil, passou para R$ 140 mil. Contratou uma auditoria e apurou que a Embratel estava cobrando taxas de conexão não previstas no contrato. Está negociando a suspensão desse custo maior. A UFSC também busca redução no custo de água.

Acif, digital aos 95 anos

13 de maio de 2010 0

Tradicional na preservação de valores, mas cada vez mais adaptada aos desafios da era digital, a Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (Acif) comemora hoje, às 19h, 95 anos. O evento, no Teatro Pedro Ivo, vai premiar talentos do passado e do presente. O foco da gestão atual, liderada pelo presidente Doreni Caramori Junior, é oferecer serviços modernos, que reduzam custos e melhorem as condições de competitividade das empresas associadas.

Entre os novos serviços da Acif estão negociações entre empresas pela internet, publicação de informativos digitais, cartões de consignação, de vale-refeição e alimentação isentos de taxas, planos de saúde para empresas e seus empregados e posto de conciliação extrajudicial.