Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Pavan faz apelo ao Ibama pelo estaleiro

11 de junho de 2010 2

O governador Leonel Pavan, em reunião reservada com o presidente do Ibama Abelardo Bayma, ontem, em Brasília, sugeriu que ele interceda para que o licenciamento do estaleiro da OSX, em Biguaçu, fique com a Fatma, como era a proposta inicial. Isto porque o ICMBio, que daria um parecer, sinaliza que está atribuindo a si e ao Ibama a decisão final sobre o empreendimento. Bayma prometeu levar a discussão para dentro do instituto, até porque outros projetos, principalmente do PAC, estão enfrentando o mesmo impasse. Pavan esteve no Ibama para tratar da dragagem do Porto de São Francisco.

Comentários

comments

Comentários (2)

  • Pedro diz: 11 de junho de 2010

    Cara Colunista, o Pavan esteve no Ibama apenas para tentar justificar a sua viagem (inútil e vazia) à Brasília. O pior é que, como sempre, desconsidera toda a legislação em causa própria eou de terceiros. E, antes da sua postagem, teria sido de bom tom ter ouvido diretamente o presidente do IBAMA: garanto que teria outra versão totalmente diferente. Mas o Pavan é assim mesmo, não? Não bastasse o apurado pela Operação Transparência, agora, lá está ele de novo “operando administrativamente”. Lastimável.

  • Israel diz: 22 de junho de 2010

    Com certeza devemos aliar o progresso industrial e econômico com a preservação do meio ambiente. Os relatórios de rejeição do empreendimento do estaleiro nos mostram a solidez e seriedade com que tal assunto é tratado em nosso estado. Mas por outro lado, não podemos permitir que um relatório inconsistente inviabilize um projeto desse porte em Santa Catarina. Inconsistente por exemplo, no fato de estarem confundindo estaleiro com porto, pois, num estaleiro, onde se constroem navios novos, os riscos de contaminação de óleo por navios e por águas de lastro são mínimos. Esse projeto alavancará a economia e consolidará SC como o gigante brasileiro em construção naval e off shore.

    Nós catarinenses, devemos ter orgulho de sermos escolhidos para receber o que será a EMBRAER dos mares, aliado com o maior construtor naval do mundo.

    O governo do estado está mais do que na hora de assinar esse contrato e conciliar o máximo possível os interesses econômicos e ambientais.

Envie seu Comentário