Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Floresta, um investimento de longo prazo

29 de julho de 2010 1

Quem tem dinheiro e não quer colocar todos os “ovos na mesma cesta” pode investir em florestas renováveis. É uma alternativa com pouco risco e bom retorno, avaliam o professor de Finanças Pessoais da UFSC, Jurandir Sell Macedo, e o empresário da área, Joselito Luiz Lovatto, de Chapecó. Segundo Jurandir Macedo, Santa Catarina tem áreas menores, de até 200 hectares, ideais para investidor pessoa física. Em média, o custo de cada hectare varia de R$ 8 mil a R$ 10 mil, e o plantio e tratamento de pinus saem em torno de R$ 4 mil. A taxa de retorno do investimento fica em cerca de12% a 13%.

Dono da Eco Empreendimentos ambientais, Lovatto faz plantio de florestas, especialmente de eucaliptos, no Oeste do Estado, para cerca de 60 investidores. Ele diz que o custo para plantar e manter é de R$ 5 mil por hectare e a rentabilidade varia de R$ 2 mil a R$ 3 mil por hectare/ano. O ideal é vender a madeira com 14 ou 15 anos, com valor médio de 42 mil por hectare. Nesse caso, sobra R$ 37 mil ao investidor.

 

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Pedro diz: 29 de julho de 2010

    Que os deuses não permitam, cara Colunista, tais aberrações. Até os ratos sabem os prejuízos causados por tais “florestas”: ressecam o solo, acabam com os nutrientes, afastam os pássaros e por aí vão. Santa Catarina já não tem praticamente nenhuma cobertura florestal, que não acabem com o pouco que tem com essa “venda” de que pinus e eucaliptos possam constituir florestas. Conversa de vendedores, apenas.

Envie seu Comentário