Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Tarifa da Celesc tem aumento médio de 9,85%

03 de agosto de 2010 7

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou na manhã de hoje o reajuste médio de 9,85% para a tarifa de energia elétrica da Celesc Distribuição. O novo preço começa a vigorar sábado e atingirá 260 municípios de Santa Catrina e um do Paraná, totalizando cerca de 2,3 milhões de unidades consumidoras.

Consumidores de baixa tensão terão reajuste de 8,94%, os de baixa renda têm alta de 1,06% e as residências e estabelecimentos comerciais terão alta de 9,16%.

A Celesc tinha solicitado aumento de 11,5%. As informações são do Valor Online.  

Comentários

comments

Comentários (7)

  • Francisco Niccolini diz: 3 de agosto de 2010

    Acho um absurdo esse aumento,em troca temos um serviço de péssima qualidade!!!
    Há um mes pedi uma ligação nova no bairro Itacorubi e até agora nada!!!
    Tentei várias vezes ligar na OUVIDORIA simplesmente não atendem VERGONHA PARA NOSSA CIDADE NÓS MERECEMOS??????

  • Germano diz: 3 de agosto de 2010

    Qual a inflação do período?

  • JEFERSON diz: 3 de agosto de 2010

    MEU SALARIO TEVE REAJUSTE 5% POR CENTO QUEM VAI PAGAR O RESTANTE MAIS UMA POVO CATARINENSE SOFRE COM ESTE GOVERNO HIPOCRITA E AINDA VEM PEDIR VOTOS EM FAVOR DE UMA TRIPLICE ALIANÇA RACHADA E ACABADA.

  • Paulo Giordano Neto diz: 3 de agosto de 2010

    Aumento de quase 10% nas tarifas, quando a inflação oficial foi de pouco mais de 5% é uma vergonha. Vou desengavetar meu nariz de palhaço!

  • Rudnei Nascimento diz: 3 de agosto de 2010

    Gozado, para tabar rombos de administradores é fácil reajustar em patamares de dois digitos e muito próximo disso, já quando é para falar em salário do trabalhador, os minguados percentuais são necessparios. Nosso Brasil é uma vergonha. E o que me entristece é que pelo andar da carrugem vai tudo continuar como está em outubro. Triste pais. Rico pela natureza, e injusto pelos homens, principalmente os que deviam olhar pelo povo.

  • Seba Martins diz: 3 de agosto de 2010

    Senhora colunista,
    Só para que a gente possa entender: aumento médio de 9,85%! esse índice não é praticamente o dobro da inflação medida em 01 ano? Quais são os critérios? Como ficam os salários? Também serão reajustados com índices semelhantes? Ou mais uma vez os assalariados vão pagar a conta dos desmandos do governo?
    E aqueles valores que foram cobrados a mais, não serão devolvidos?
    Realmente, este não é um País sério, onde os interesses dos cidadãos não tem a menor importancia, e tudo é feito em nome da economia, da sustemtabilidade e dos interesses das empresas, dos empresários e do (DES) governo, que ainda diz que é para todos.
    Todos quem, cara pálida?

  • Tiago diz: 5 de agosto de 2010

    A CELESC TEM UM LUCRO ANUAL NA CASA DOS 3,8 BIlhões de reais, é uma empresa que trabalha sob regime de concessão do poder público e sem concorrência. A CELESC deveria ser uma empresa que trabalha a nível de custo ou com um lucro pequeno, talvez um terço do praticado hoje, mas isso não ocorre. Quém não quer ter uma empresa que domina um mercado sozinha com aval (blindagem) do poder público? A quém interessa esse valor absurdo da energia elétrica? Todos somos prejudicados, indústria, comércio, todos precisamos da energia elétrica, mas não ao custo que está hoje. Triste isso. Brasil um país de trouxas.

Envie seu Comentário