Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Quem vai comandar o fundo de pensão da Celesc?

26 de agosto de 2010 0

No dia primeiro de setembro, os trabalhadores da Celesc vão às urnas para eleger novos diretores do fundo de pensão da estatal, a Celos. Um dos cargos mais importantes, o de diretor administrativo-finaceiro da sociedade previdenciária, é disputado por quatro candidatos. Aldo Schumacher, Arno Cugnier, Clênio Braganholo e Waldemar Bornhausen. Arno seria ligado a atual diretoria do fundo e do sindicato dos trabalhadores. Clênio também é da base sindical. Schumacher foca a gestão técnica, baseada nos seus 30 anos na área financeira da empresa. Bornhausen foi gerente da agência regional da Celesc em Florianópolis.  

Nos bastidores da empresa, é grande a movimentação porque todos estão em campanha. A preocupação não se restringe aos trabalhadores porque o conselho de administração da companhia também tem a atribuição zelar pela boa gestão da Celos. E, há mais de um ano, ela perdeu nada menos de R$ 30 milhões na usina Apertadinho, em Rondônia, porque a barragem foi levada pelas águas e o seguro não tinha sido feito em tempo. Opositores da atual gestão criticam a falta de renovação na diretoria do fundo, mas não conseguiram chegar a um consenso sobre uma candidatura única.

O jornal Linha Viva, do Sindicato dos Eletricitários, traz, na edição desta quinta-feira, matéria de capa, com apoio explícito ao candidato Arno. Clênio, embora sindicalista, não ganhou destaque semelhante.

Comentários

comments

Envie seu Comentário