Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A economia no novo governo

30 de outubro de 2010 0

Desta vez, o mercado financeiro não registrou variações bruscas, independentemente da posição dos dois candidatos à Presidência da República nas pesquisas de intenções de voto. Mas com o fim do processo eleitoral, amanhã à noite, o país passará a ser informado sobre as medidas econômicas que a nova cúpula do Executivo federal vai fazer.

Uma coisa é certa. Pelo menos uma reforma deverá sair do papel. Os dois candidatos prometeram mudanças na área tributária, e o ano para promover as alterações é o imediatamente após a eleição. A dúvida é se a mudança virá com redução da carga ou apenas facilidades para arrecadar. O ideal seria unir essas duas prioridades, porque empresas brasileiras estão perdendo mercado aqui e lá fora devido à alta carga tributária. A economia mostra, também, a necessidade de conter a valorização do real, a pressão inflacionária e o crescimento dos gastos públicos. Avanço na educação também ajudaria.

Comentários

comments

Envie seu Comentário