Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Governo lança Juro Zero e fala em ampliação

31 de agosto de 2011 0

Com a apresentação do programa Juro Zero para microempreendedores individuais, ontem, o governador Raimundo Colombo inicia o cumprimento de uma das suas principais promessas de campanha. Mas o plano não ficará por aí. Acompanhado do secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Paulo Bornhausen, e do presidente do Badesc, Nelson Santiago, Colombo disse que esta é a primeira etapa. Está sendo elaborado plano para beneficiar com o Juro Zero também micro e pequenas empresas.
Essa nova etapa, segundo Bornhausen, será desenvolvida com base em linhas de financiamento do governo federal via BNDES, para que fique mais acessível aos cofres do Estado. Segundo o governador, há uma preferência por inovação tecnológica, mas a ideia é ampliar isso, incluindo, se possível, até capital de giro.
Com o juro é zero, não será criada estrutura para a execução deste novo programa. As operações serão feitas pelas 19 Oscips de microcrédito do Estado, incluindo a Blusol, ligada à prefeitura de Blumenau, e a Juriti, de Jaraguá do Sul, que é privada. O tomador do empréstimo poderá obter até R$ 3 mil, em oito parcelas, mas terá que pagar sete para ter o benefício da última, que será dispensada ao bom pagador.

 

Assessoria técnica
O novo programa catarinense, pioneiro no país, vai ajudar a manter na formalidade os microempreendedores individuais, ou, como o Sebrae prefere denominar, empreendedores individuais (EI), que já abriram o negócio. Segundo o secretário Paulo Bornhausen, por não saberem a fazer a declaração anual de renda, muitos estão perdendo o cadastro, o que causa mais obstáculos aos negócios porque eles passam a ser ilegais.

- Nós vamos suprir isso, dar educação para que ele possa fazer essa prestação de contas – afirma o secretário.

Hoje são 48.590 EI em Santa Catarina e 1,5 milhão no Brasil.



Comentários

comments

Envie seu Comentário