Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A vez da suinocultura

16 de setembro de 2011 3

A inauguração do novo frigorífico da BRF Brasil Foods, ontem, em Campos Novos, com capacidade para 151 mil toneladas por ano, o equivalente a 20% da produção do Estado, dá uma ideia de como as agroindústrias pretendem aproveitar a oportunidade de vender proteína animal para os países ricos. Com a melhor sanidade do Brasil _ livre de aftosa sem vacinação _ o Estado almeja o mercado japonês, que compra cortes nobres e paga melhor. Outros projetos para produção de suínos em SC vão sair da gaveta em breve, atendendo o anseio de décadas dos planaltos Norte e Serrano por agroindústrias para aquecer suas economias. Detalhe importante: as tecnologias disponíveis permitem controle ambiental adequado.

Comentários

comments

Comentários (3)

  • Adelino-renuncio diz: 16 de setembro de 2011

    É uma pena que a COOPERCAMPOS não tenha se habilitado a operacionalizar aquela indústria. A concentração se torna cada vez maior, o que é péssimo para o produtor na negociação por preço.

  • Pedro diz: 16 de setembro de 2011

    Antes não seria necessário construir a tal ferrovia para que os suínos sejam alimentados com menor custo? Ou ninguém mais fala no assunto?

  • josé ernani freitas diz: 16 de setembro de 2011

    A instalação da unidade fabril da BRF Brasil Foods, com certeza, trará novo e
    importante alento não só aos agropecuaristas dos planaltos Serrano e Norte, como
    à toda a economia dessas regiões, de formas direta e indireta, movimentando milhões
    e milhões de reais.
    Desejo, sucesso a todos os envolvidos nesse grande empreendimento.

Envie seu Comentário