Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fiesc quer participação maior no World Skills de 2013

22 de outubro de 2011 0

O presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, durante a homenagem, ontem, aos medalhistas da competição internacional de ensino técnico World Skills que aconteceu no início do mês, em Londres, disse que na próxima edição, em 2013, na Alemanha, ao invés de três, Santa Catarina pode ter seis vencedores de medalhas. Isto significa que o Senai/SC, que oferece o ensino técnico, vai investir mais na formação e treinamento dos estudantes. A Fiesc homenageou Natã Barbosa, que conquistou a medalha de ouro em web design, e Leandro Duarte Machado e André Luiz Peripolli, que ficaram entre as cinco melhores duplas do mundo em robótica móvel, ganhando medalha de excelência. Segundo Glauco José Corte, uma profissão e a carteira assinada são as verdadeiras condições da cidadania. Ele falou, durante a reunião da diretoria, sobre a disposição da entidade de investir na ampliação da oferta de educação profissional.

A conquista dos três estudantes serve de estímulo aos 116 estudantes do SENAI que na próxima semana disputam a etapa estadual da Olimpíada do Conhecimento, que inicia um ciclo de disputas que poderá leva-los à cidade alemã de Leipzig, em 2013. Segundo Natã Barbosa, é preciso ter foco e determinação nas provas. Leandro Machado e André Peripolli lembram que na etapa nacional o robô que usavam teve um defeito e eles acabaram a competição na segunda posição. Por isso, tiveram que recuperar a vaga ao mundial nas provas de índice. Para Leandro, o caso é um exemplo de como os competidores devem encarar eventuais dificuldades. Conforme o estudante, já ocorreram muitos casos de pessoas que estavam com baixo desempenho e conseguiram medalhas.

Na foto, a partir da esquerda, Leandro Duarte Machado, Glauco Côrte, Natã Barbosa, o diretor do Senai, Sérgio Arruda, André Peripolli e a diretora do Senai em Joinville, Hildegarde Schlupp.

Comentários

comments

Envie seu Comentário