Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Governo quer mudar tributação de têxteis importados

27 de dezembro de 2011 2

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou hoje que o governo vai mudar o regime de tributação para produtos têxteis importados. O objetivo é adotar o modelo ad rem (tributação específica sobre produtos) e não mais o ad valorem (sobre o valor do bem) para combater o subfaturamento de itens importados. Para adotar essa alteração, o Brasil deverá apresentar uma petição junto à Organização Mundial do Comércio (OMC).

Mantega, que foi homenageado de manhã pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), disse que o projeto de lei já foi aprovado e depente, agora, da autorização da OMC. Pelo novo modelo, cada classificação de mercadoria terá um tributo fixo. Segundo o ministro, o governo estuda mudança para outros produtos, mas não informou quais. As informações são do Valor Online.

Mais rigor nos portos

Além do subfaturamento de produtos para pagar menos impostos de importação, alguns portos brasileiros não fazem a fiscalização como deveria, o que ainda permite a entrada de produtos contrabandeados, prejudicando a indústria e a geração de empregos no país. Um dos segmentos mais atingidos é a indústria de confecções de Santa Catarina. Segundo informações da Abit, a cadeia têxtil e de confecções já gera mais empregos no Brasil do que a indústria automotiva.

Produção recua 10%

O setor têxtil e de confecção deve fechar 2011 com uma queda de 8% a 10% no faturamento frente ao ano passado. A estimativa é do presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Aguinaldo Diniz Filho, e foi feita durante evento na manhã de hoje, em São Paulo.

Comentários

comments

Comentários (2)

  • Edson Moraes Lessa diz: 27 de dezembro de 2011

    Não tem nada a ver com o assunto, más, aproveito o espaço para te dizer que sou fã do teu blog. Muito pertinente e profundo conhecimento de causa. Sou leitor assíduo desse espaço. Uma verdadeira “aula” de economia e projeção dos cenários econômicos. Sempre valorizando a nossa Santa e Bela catarina. Parabéns!!! Voce é digna de todo crédito e bem querer. Um Feliz Ano Bom prá ti e todos os teus.

  • Gabriel Hering diz: 27 de dezembro de 2011

    Além disso, o Governo tem que olhar pro próprio umbigo e fazer uma reforma tributária urgente!

Envie seu Comentário