Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Planos da nova gigante de cerâmica

27 de dezembro de 2011 0

A nova empresa resultante da fusão das indústrias cerâmicas catarinenses Portobello e Eliane, ainda sem denominação definida, tem planos ousados de crescimento no mercado brasileiro, além de consolidar a posição atual. Segundo o vice-presidente da Portobello, Cláudio Ávila da Silva, após concretizada a associação, a intenção é avançar não só com crescimento orgânico, incluindo nova fábrica em São Paulo, mas com aquisiçõesde indústrias já estabelecidas.
Isso porque o setor, no Brasil, é um dos mais pulverizados do mundo, e a união da Portobello e Eliane resultará numa companhia com 10% da produção e 20% do faturamento do setor, o que está longe, ainda, de uma participação que comprometa a concorrência. A expectativa é de que o Cade, Conselho Administrativo de Defesa Econômica, não faça objeção à fusão anunciada sexta-feira.

 Avaliação recíproca

A fusão foi muito bem recebida pelos executivos de nível gerencial das duas companhias, ontem, após comunicado feito pelos diretores das duas empresas, informou o vice-presidente da Portobello, Cláudio Ávila. Segundo ele, as comunicações, com números detalhados ao mercado, serão feitas somente após o mês de março, quando serão concluídas as auditorias recíprocas que começam a ser feitas nas empresas, para apurar, com mais exatidão, os números gerais, incluindo endividamento. O objetivo é confirmar números, porque as duas empresas foram transparentes durante as negociações, diz o executivo.

 As duas marcas

A decisão de manter as duas marcas, conforme Cláudio Ávila, é porque são complementares. A Portobello atua mais no segmento premium, e a Eliane, mais junto à classe média. Nas últimas décadas, as empresas investiram na projeção das mesmas no país, junto ao público especializado e até em TV aberta. Pesquisa inédita feita pela Editora Empreendedor, no final do ano passado, sobre as 21 marcas de SC que vão brilhar no século 21, colocava a Portobello e a Eliane.

Comentários

comments

Envie seu Comentário