Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Celesc elabora novo plano de demissão voluntária

04 de abril de 2012 4

O presidente da Celesc, Antonio Gavazzoni, informa que a estatal está elaborando um novo programa de demissão voluntária incentivada (PDVI) para demitir, de forma cautelosa, cerca de 400 pessoas. Segundo ele, o plano será bem menos vantajoso do que o último, de 2002, aos trabalhadores que aderirem, as cifras a serem pagas, em média, serão cerca de 20% do que foi desembolsado por funcionário naquela oportunidade. Mas explicou que os estudos consideram os planos que estão sendo oferecidos por estatais do país para programas com esse objetivo. A intenção é evitar o problema do plano de demissões anterior quando mais de mil funcionários aderiram e, logo após, a empresa fez concurso para contratar praticamente o mesmo número de pessoas, o que atraiu uma série de críticas por parte dos acionistas minoritários.

Gavazzoni também afirmou que a empresa está tendo cuidado para não ficar sem profissionais qualificados. Quando necessário, está contratando, como ocorreu com concurso recente para a área jurídica. Conforme o presidente, uma empresa que tem receita bruta superior a R$ 6 bilhões, como a Celesc, não pode enfrentar carência de quadro técnico.

Comentários

comments

Comentários (4)

  • Thiago diz: 4 de abril de 2012

    Olá Estela,

    Parabéns pela reportagem. Sempre que possível nos mantenha informado sobre este PDV, porque estamos na lista de espera do último concurso de engenheiro eletricista, e nossa contratação depende dessa demanda que irá surgir.

  • Schell diz: 5 de abril de 2012

    Suspeito, não? Afinal, a empresa acabou de divulgar lucro de mais de 300 milhões. O maior de todos e em todos os tempos. A total redenção da empresa. E logo em seguida vem com planos de demissão? O que está errado nisso tudo?

  • Silvio diz: 5 de abril de 2012

    As demissões nem sempre são problemas. Em empresas estatais é sempre importante que de tempos em tempos sejam renovados o quadro de funcionários. Existem muitos funcionários em fim de carreira, que é muito mais vantajoso financeiramente para a empresa e também para o funcionário, que ele sai em um PDVI do que aguardar a aposentadoria. O lucro anunciado pela empresa é fruto de uma mudança na forma de administrar, pensar e agir da empresa e esse PDVI faz parte desse processo.

  • JONAS BAUMER diz: 9 de maio de 2012

    É QUE ESTÃO PRECISANDO DEMITIR O PESSOAL PARA PODER PAGAR O PREJUÍZO POR UTILIZAR 370 CÓPIAS DE SOFTWARE PIRATA,, ISTO EM 2010,, FEIO PARA QUEM FALA TANTO, EM GATO, FURTO DE ENERGIA ELÉTRICA, SEM COMENTÁRIOS MAIS.

Envie seu Comentário