Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Microcrédito chega a R$ 100 milhões

25 de abril de 2012 1

Lançado em 1999 para impulsionar pequenos negócios formais e informais, o programa de microcrédito de Santa Catarina alcançou a marca de R$ 100 milhões em empréstimos, segunda-feira. As liberações dos recursos, incluindo consultoria aos empreendedores, são organizações do segmento, as Oscips. No ano passado, foram liberados R$ 17 milhões. Segundo Nelson Santiago, presidente do Badesc, a agência pública de fomento do Estado que financia o segmento, a carteira do programa de operações ativas é de R$ 37 milhões. A maioria dos empréstimos, 75%, é para negócios informais. O valor médio das operações é de R$ 3,5 mil e as taxas de juros mensais superam 3%. Conforme Santiago, essa é uma alternativa de o governo do Estado atender empreendedores desassistidos do sistema financeiro tradicional.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Schell diz: 29 de abril de 2012

    Cara Colunista, não “alcancei”, se é para assistir aos desassistidos, qual a razão para praticar juros de 3% ao mês? Não seria melhor tais desassistidos conseguirem dinheiro em qualquer “banca” também informal? Creio que seria mais barato. E se em 13 anos (1999/2012) o total empregado foi de 100 milhões, teríamos cerca de 7.700 mil anuais, em média, ou seja, 2.200 operações/ano. Qual o índice de inadimplência? Qual o prazo médio dos empréstimos? Se os números estão certos, 37 milhões seria o “tanto” para 4,8 anos. Estariam emprestando para pagamento em 60 meses? Atendem basicamente quais linhas/necessidades do recorrentes? Sei não, o texto me deixou confuso.

Envie seu Comentário