Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Montadoras impacientes com a demora do governo federal

13 de setembro de 2012 1

A presidente Dilma Rousseff está submentendo a uma longa espera as montadoras que têm projetos para instalar unidade no Brasil. O novo regime automotivo, que define regras para essas empresas, poderá ser sancionado esta semana, mas há informações de que ficará para segunda. Por isso, ontem, dois diretores da empresa chinesa Sinotruck, mais o secretário de Articulação Nacional, João Matos, se reuniram com o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, para saber mais sobre o impacto do novo regime no seu negócio. A mesma dúvida têm a BMW e a chinesa Geely, que consideram SC para instalar fábrica. Barbosa disse à Sinotruck que a cota de importação para ela será de 25% sobre a produção estimada até o início da fabricação no Brasil. A informação agradou aos executivos chineses, que disseram ser viável a instalação da unidade, em Lages, com esse percentual de importação. Atualmente, a Sinotruck tem 35 concessionárias no Brasil. Cada uma terá quatro caminhões por mês. A produção, em Lages, é estimada em 8 mil caminhões por ano.

Instalação até 2014

A unidade da Sinotruck, que vai iniciar atividades com a montagem em KD (Knock Down), será instalada em uma área de 1 milhão de metros quadrados. O cronograma prevê o período de julho a dezembro de 2012 para aprovações do projeto junto aos órgãos competentes, terraplanagem e outros. De janeiro de 2013 a junho de 2014 estão previstas obras de construção civil, compra e instalação de maquinários para atender à primeira fase do projeto. Na foto abaixo, o secretário Nelson Barbosa (C) com os executivos chineses e o secretário João Mattos.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Schell diz: 13 de setembro de 2012

    Ou seja, a empresa chinesa, portanto, nem irá “ocupar” toda a importação que lhe será permitida, pois, 25% de 8.000 são 2.000 e ela irá importar apenas 1.680 (4x35x12). De outro lado, pretende montar (que não irão construir absolutamente nada, no início) cerca de 22 caminhões dia (360 dias, ano civil) e, para tanto, necessitam de 1 milhão de metros quadrados? Nossa!! Quanto a empresa pagou pelo terreno e quanto irá gastar em obras de infra-estrutura e construção civil?

Envie seu Comentário