Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Juros altos de cartões na mira

26 de setembro de 2012 0

Com a decisão do Bradesco de reduzir em 54% as taxas de juros dos cartões de crédito, a expectativa, agora, é de que os outros grandes bancos também façam o mesmo. Banco do Brasil, Caixa, Itaú e Santander informaram que estão analisando o mercado para tomar decisão. O Bradesco cortoude 14,9% ao mês para 6,9% ao mês a taxa do rotativo (o juro cobrado da parte da fatura não paga na data de vencimento), que, no Brasil, é a mais alta do mundo. A propósito, o setor informa que essa taxa elevada é a que paga não só a inadimplência, mas, também, os juros das compras feitas a prazo no cartão quando é cobrado o mesmo valor da venda à vista. Mas tanto o governo quanto o varejo desejam a continuidade das vendas a prazo com cartão porque o uso de cheque pré-datado é de maior risco. Para o consumidor, mesmo com as reduções de juros, é importante quitar todo o valor da fatura na data de vencimento para não cair no juro do rotativo.

Comentários

comments

Envie seu Comentário