Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Marinas flutuantes podem ser opção para Santa Catarina

11 de novembro de 2012 2

Como os licenciamentos ambientais são difíceis para marinas fixas, vem da Europa uma alternativa bem menos invasiva: as marinas flutuantes. Segundo o empresário do setor turístico, Ernesto S. Thiago, essa opção praticamente não gera impacto ambiental. Permite fornecer água, energia elétrica e retirada de esgoto de embarcações. Quem oferece o modelo no Brasil é o empresário italiano Francesco Ritossa.

Comentários

comments

Comentários (2)

  • Acatmar diz: 12 de novembro de 2012

    Descobriram a polvora? A Acatmar a anos vem falando e trabalhando nisso, todos os projetos entregues na Fatma pelo Projeto Marina Legal da Acatmar com relaçao as marinas são elaborados com trapiches flutuantes dos quais estivemos pessoalmente na Europa e já vimos qual modelo realmente servirá para o nosso mar. Já estamos na frete e estamos com modelos também corretos para o Transporte Maritimo da Grande Fpolis, bandeira da Acatmar que tem se empehado na solução mais rapida de desafogar o transito de Fpolis, confira nossa pagina no facebook. https://www.facebook.com/transportemaritimoacatmar

  • Ernesto São Thiago diz: 13 de novembro de 2012

    Promissor para todo o mercado fornecedor ter a chancela da ACATMAR (entidade criada em 2009 e da qual participamos ativamente durante a fundadora primeira gestão), para os píeres flutuantes, utilizados intensamente há décadas no mundo todo, mas no Brasil lamentavelmente de forma precária e em geral mal planejada, inclusive em Florianópolis, onde existe ao menos um caso de insucesso por tal razão. 

    A boa notícia é que agora temos, abrindo filial de sua empresa em nossa cidade, renomado engenheiro italiano – com doutorado na Alemanha – responsável por diversos projetos estado-da-arte já operando à perfeição com esta tecnologia: só na Sardenha, famosa ilha da Itália, são mais de duas dezenas de marinas compondo o portfólio, um dos destinos mais exclusivos da Europa! 

    Maiores informações, especialmente à disposição dos nossos amigos associados da ACATMAR: http://ernestosaothiago.blogspot.com.br/2012/11/marinas-flutuantes-que-podem-ser.html

Envie seu Comentário