Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Multinacionais assinam acordo para atuar no polo de saúde de SC

19 de dezembro de 2012 0

Cinco multinacionais assinaram, na manhã de hoje, acordo com o governo do Estado para importar medicamentos e matérias primas pelo complexo portuário de Itajaí e armazenar em complexo logístico da região, que integra o Pólo Logístico de Saúde de Santa Catarina. As empresas são a Sanofi, Lubrizol, Heraeus, Teva e SanCor. A intenção do governo é que, no futuro, algumas passem a fabricar medicamentos no Estado, informou o governador Raimundo Colombo.  

Nota da minha coluna no Diário Catarinense de hoje:

SC faz acordo com empresas de fármacos

Cinco multinacionais do setor de fármacos e insumos assinaram ontem, com o governador Raimundo Colombo, protocolo de intenções para utilizar o Polo Logístico de Saúde de SC, localizado no complexo portuário de Itajaí, para importar produtos e distribuir no Brasil. As empresas são a Sanofi, Teva, Lubrizol, Heraeus Kulzer e SanCor. Além delas, 12 companhias já operam pelo Polo. Juntas, deverão faturar cerca de R$ 3 bilhões a partir de Santa Catarina no ano que vem. A parceria visa a dinamizar a economia do Estado, com o uso dos portos e outros serviços. A intenção é que, no futuro, essas empresas possam, também, fábricar produtos no Estado, informou o governador. O presidente da Sanofi para a America Latina, Heraldo Marquezini, disse que a escolha de SC é pela qualidade dos serviços portuários e da mão de obra, além da posição geográfica privilegiada do Estado. O secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Paulo Bornhausen, e o presidente da Fapesc, Sérgio Gargioni, informaram que o Estado está também empenhado em colocar em atividade, até março do ano que vem, o laboratório de testes pré-clínicos do Parque Sapiens. Primeiro do país com esse perfil, ele permitirá sair na frente no desenvolvimento de biofármacos, uma nova geração de medicamentos.

Comentários

comments

Envie seu Comentário