Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Investidor leva quatro meses para abrir empresa em SC. Em Nova York o prazo é de dois dias

21 de dezembro de 2012 0

A lentidão para abrir empresas atrasa o crescimento econômico. Lamentavelmente, Santa Catarina ainda não abriu os olhos para isto. Hoje, para iniciar atividades, um empreendedor enfrenta uma demora média de quatro meses, mesmo para iniciar um negócio que não exige licença ambiental. Foi por isso que SC tirou zero nesse quesito no recente ranking de gestão dos estados brasileiros, feito pela revista inglesa The Economist. Só para comparar, em Nova York uma empresa é aberta em apenas dois dias. Nos demais países dos BRICs, o tempo é menor do que no Brasil: na China são 38 dias, Índia, 29; Rússia, 30; e África do Sul, 19. Passou da hora de o governo colocar técnicos no comando da Junta Comercial do Estado (Jucesc). Segundo o presidente da Federação de Pequenas Empresas (Fampesc), Márcio Silveira, o problema foi discutido em reunião do Sebrae-SC.

Lentidão também nas prefeituras

A lém do atraso do Estado via Jucesc, as prefeituras também têm culpa na lentidão para abrir empresas em Santa Catarina. A burocracia no Executivo municipal é grande. Muitos reclamam da falta de pessoal. O presidente da Fampesc, Márcio Silveira, identificou, também, que é preciso mudar a legislação. Ele diz que hoje a área ambiental pode ser culpada se um negócio é aberto sem a sua avaliação. Isto precisa mudar. Em tempos de tecnologia digital, dá para imitar Nova York.

Comentários

comments

Envie seu Comentário