Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Greve prejudica vendas do varejo para o Dia dos Namorados

11 de junho de 2013 0

O varejo da Grande Florianópolis enfrenta prejuízo em dobro com a greve dos motoristas e cobradores de ônibus do transporte coletivo da Capital. Isto porque, além da redução das vendas médias normais, enfrentam perdas do adicional que teriam em função do Dia dos Namorados, uma das melhores datas do ano para o setor. A Fecomércio-SC acaba de divulgar que, pelo segundo dia consecutivo, o movimento no comércio está 59% menor em função da greve. A Federação das CDLs do Estado (FCDL) projeta queda de vendas acima de 50% em função da greve, informa o presidente da CDL da Capital, João Batista Lohn. A entidade, que representa cerca de 4 mil lojista, diz que os prejuízos podem chegar a 80% dependendo da região onde está a loja.

O problema é que essas perdas dificilmente serão recuperadas depois. Para manter suas equipes nas lojas, as empresas estão pagando combustível a trabalhadores que usam carro particular e  promovendo carona solidária. Somente 8% estão pedindo para o trabalhador ficar em casa.

- As pessoas têm ameaçado seu direito de ir e vir e isso é inaceitável – comentou João Batista Lohn. 

Foto de Rafaela Martins, 11/06/2013


 

 

A Fecomércio-SC verificará o impacto da greve nas vendas dos Dias dos Namorados em pesquisa a ser divulgada até o fim da semana.

Comentários

comments

Envie seu Comentário