Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Conselho da Celesc propõe redução tímida da diretoria

20 de junho de 2013 1

Os conselheiros da Celesc, que se reuniram hoje, sugeriram redução tímida da diretoria da companhia. A proposta é extinguir, a partir de 1º de julho, apenas duas pastas, a diretoria de Relações com Investidores , Controle de Participação de Novos Negócios e o cargo de Advogado Geral. Com essa decisão, o número de diretorias da empresa cai de 10 para oito. Além disso, foram reduzidas de oito para quatro as assessorias de diretores.

A consultoria internacional Roland Berger recomendou à Celesc ter apenas seis diretorias. O corte tímido mostra que o governo está interessado em manter sua base política distribuída em diversos cargos na cúpula da maior estatal catarinense. Com a decisão, as funções de relações com investidores, que são desenvolvidas pelo diretor André Rezende, serão incorporadas pelas diretorias Econômico-Financeira e de Geração e Transmissão, ambas nas mãos de aliados do governador. O cargo de Advogado Geral, que tem status de diretoria, é ocupado por Alex Heleno Santore

A Celesc está fazendo ajustes para reduzir custos com pessoal visando adequação à empresa de referência da Aneel e garantir a renovação da concessão em 2015.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Saulo diz: 28 de junho de 2013

    Cara Estela: é preciso dizer: cfe. ata, que alguns assessores só sairão em 90 dias; outros, ainda ficarão “mamando” nas divinas tetas por mais 18 meses! Está na ata da reunião do CA de 20 de junho (internet).

Envie seu Comentário