Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Empresa de SC produz cosméticos nas tendências da moda

15 de julho de 2013 0

Para ter uma atividade mais tranquila, o empresário Luiz Antunes Figueiredo investiu no varejo de cosméticos em Lages. Fundou a rede de lojas Lafi em 1993 e, em 1995, iniciou o evento nacional de beleza Fashion Hair. Em 2005, ingressou na produção de cosméticos com a marca L’Apogée, que fabrica esmaltes dentro das tendências da moda e outros produtos.

Como fundou a Lafi Cosméticos?

Luiz Figueiredo – Estava decidido a montar meu próprio negócio. Então surgiu uma pequena loja de cosméticos à venda em Lages e eu e minha esposa Elvira decidimos comprar. Transformamos na Lafi. Hoje são três lojas na cidade com perfil de supermercado de cosméticos.

A empresa também é distribuidora do setor. Em que estados atua e quais marcas representa atualmente?

Figueiredo – Com as distribuidoras atuamos em todo Paraná e Santa Catarina, parte do Rio Grande do Sul e interior do Estado de São Paulo.Representamos a marca italiana Alfaparf e Yellow, cosméticos e esmaltes L’Apogée, móveis para salão de beleza Maletti, equipamentos e acessórios Taiff e Pro-art, entre outros.

Por que decidiu ingressar na indústria de cosméticos com a L’Apogée?

Figueiredo - Atualmente, o esmalte não é visto somente como um cosmético, mas como um acessório de moda, tendo uma crescente participação no setor de beleza. Visando uma ampliação dos nossos negócios surgiu a oportunidade de uma indústria de esmaltes a ser instalada em Lages. Após viagem ao exterior, eu e minha mulher decidimos investir no segmento. Compramos a L’Apogée, uma empresa do Espírito Santo e a transferimos para a cidade em 2005. Contratamos um químico, mudamos fórmulas e aprimoramos. Hoje, nossos produtos acompanham as tendências mundiais da moda. Lançamos linha antialérgica de esmaltes e um produto para escova progressiva sem formol. A L’Apogée é uma das marcas vendidas pela distribuidora Lafi. É administrada pelo nosso filho mais velho, o Lucas, e tem também outros sócios.

O mercado de cosméticos do país é o terceiro maior do mundo. É muito disputado também?

Figueiredo – Com certeza. Estamos concorrendo com gigantes como a Loreal, a Hypermarcas e outras. Temos boa participação no Sul e em Estados menores. Está difícil entrar em São Paulo por causa da substituição tributária. Estamos avançando mais no interior paulista.

O Fashion Hair, evento realizado pela Lafi desde 1995 ganhou projeção nacional. Qual é o foco dele?

Figueiredo – O Fashion Hair hoje é um dos principais eventos de beleza do Sul do país, com respaldo entre os profissionais da área. Tem grande repercussão na mídia especializada como as revistas Cabelos e Cia, You Brasil e Profissão Beleza. Este ano foi realizado no mês passado e atraiu cerca de 1,2 mil profissionais. O evento é voltado para cabeleireiros, maquiadores, manicures, lojistas do segmento e todos os profissionais na área da beleza. Nele procuramos apresentar as tendências quanto a cortes, penteados, colorações, maquiagem e moda para unhas que serão utilizadas na próxima estação. As demonstrações são feitas por profissionais renomados e de destaque na área vindos dos grandes centros. Sempre trazemos um profissional europeu porque é de lá que surgem as tendências que serão moda em todo o mundo no que se refere a cabelos.

O que a feira do evento oferece?

Figueiredo – Pela carência do mercado em equipamentos e produtos, fornecemos, numa feira de compras e negócios, lançamentos e itens mais recentes.

Quantos empregos o grupo oferece e onde está avançando mais?

Figueiredo – Entre funcionários e representantes comerciais contamos hoje com uma equipe de quase 200 colaboradores nas lojas, distribuidoras, área técnica e vendas. A L’Apogée é um negócio à parte e emprega direta e indiretamente mais de 100 pessoas. Neste ano, estamos priorizando o crescimento da distribuição no interior de São Paulo, tanto da nossa marca quanto dos demais produtos.

Mundo da beleza

Luiz Figueiredo, 52 anos, é catarinense. Trabalhou em farmácia e foi representante comercial de materiais elétricos. Quando teve um problema cardíaco, em 1992, decidiu deixar a atividade de representante porque ela exigia muitas viagens. Com o apoio da esposa Elvira, que era professora da rede estadual, buscou nova atividade. A escolha foi comprar a loja de cosméticos.

Capacitações

O crescimento dos negócios incluíram o glamour na agenda, já que faz parte do setor. Os pontos altos são no Fashion Hair, que chegou à 18a edição. Outro negócio do grupo é a Academia Lafi, um centro técnico para capacitação em Lages e Curitiba. A empresa também faz o Fashion Day em cidades do Sul do país para mostrar tendências e técnicas a profissionais de beleza.

Toda a família

Os Figueiredo trabalham juntos no negócio. Além de Luiz e Elvira (foto), o filho mais velho, Lucas (D), 20 anos, atua no grupo. É o administrador da L’Apogée. Gabriel (E), o caçula, de 16 anos, já está colaborando. Projetos sociais estão entre as prioridades da Lafi. Ela é parceira dos programas Instituto Paternidade Responsável e Lages 100 Fome.

TV e passarela

Como o setor de cosméticos está muito ligado à moda, os Figueiredo estão sempre divulgando novos produtos e tendências. Um dos canais para lançar novos esmaltes, por exemplo, são as novelas da Globo. Em 2011, a L’Apogée apoiou o Verão Top Model, que teve como madrinha a modelo catarinense Renata Kuerten (C).

Comentários

comments

Envie seu Comentário