Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fiesc fará mobilização para derrubar veto de multa do FGTS

25 de julho de 2013 0

Começa a reação da classe empresarial contra o veto da presidente Dilma Rousseff para o fim da multa extra de 10% sobre o saldo do FGTS para demissões sem justa causa. O presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiesc), Glauco José Côrte, classificou como a decisão como  lamentável.

-Mostra uma total falta de sintonia com o setor produtivo, que se uniu para chamar atenção para a necessidade de acabar com esse mecanismo, que não se justifica mais, uma vez que o saldo do FGTS já foi recomposto há um ano. Esse foi o objetivo da multa extra - afirmou Côrte.

 Ele defende que agora seja realizada forte mobilização empresarial para que o Congresso derrube o veto. Côrte destaca que são quase R$ 3 bilhões que já foram arrecadados desde julho do ano passado, quando o saldo foi recomposto. Isso faria muita diferença para o setor produtivo, segundo o empresário. O veto foi publicado hoje no Diário Oficial da União, mostrando que o governo quer manter o nível de arrecadação mesmo com medidas que já cumpriram a sua função específica.

Comentários

comments

Envie seu Comentário