Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

BRDE aumenta em 180% os valores de financiamentos em SC

06 de agosto de 2013 1

O Banco Regional de Desenvolvimento (BRDE) encerrou o primeiro semestre deste ano com um acréscimo de 180% nos valores de financiamentos contratados com empresas em Santa Catarina, somando a geração de 21 mil empregos diretos e indiretos. O total autorizado é de R$ 722,7 milhões para os setores de agropecuária (17%), indústria (67%), infraestrutura (10%) e comércio e serviços (6%). O detalhamento do balanço parcial do ano foi realizada na manhã de hoje pelos diretores da instituição Neuto De Conto e Renato Vianna para o governador Raimundo Colombo; os presidentes da Fiesc, Glauco José Côrte, Facisc, Alaor Tissot; FCDL, Sergio Medeiros, mais o secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni e Antônio Ceron.

O governador Raimundo Colombo mostrou otimismo com o elevado nível de investimentos, destacando que do valor total, R$ 240 milhões são para a BMW. Mesmo excluindo essa cifra, o salto nas liberações alcançou 80%. Outro ponto destacado foi o alto interesse na linha de recursos para armazenagem. Os projetos com a nova linha do BNDES, especialmente de cooperativas, já alcançam R$ 90 milhões. Pretendemos financiar R$ 300 milhões nessa linha. Neuto De Conto afirmou que o êxito da instituição está no trabalho e na presença intensiva em todos os locais onde os empresários estão. As taxas de juros cobradas pelo BRDE vão de 3,5% ao ano a 11% ao ano.

Conforme Colombo, a linha de R$ 500 milhões que o Estado está emprestando para todos os municípios terá obras principalmente na área de saúde, onde é a principal carência das prefeituras. Segundo ele, o problema na saúde existe porque o Brasil investe apenas 4% do PIB na área enquanto países desenvolvidos investem mais: a Alemanha destina 17%,  Suíça e EUA investem 16%. Colombo reconheceu, no entanto, que é possível fazer mais em prevenção, especialmente em acidentes de trânsito que poderiam ser evitados, contendo internações de pessoas na área de traumatologia, especialmente de motociclistas.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • rogério cardozo diz: 6 de agosto de 2013

    As vezes as pessoas pensam que os governos vão resolver todos os problemas de uma só vez , mas governar é igual a vidas das pessoas , sempre tem o que melhorar ,sempre tem fazer algo novo, sempre tem que consertar alguma coisa , sempre tem trabalho para fazer.O que não pode é ficar parado, por isso acho que todas as queixas terem caído no ombro da presidenta Dilma foram injustas e muita coisa mudou nesses 10 anos de PT no governo, mas tem trabalhar sempre para as coisas melhorarem.
    Visite Tubarão http://www.galeriatubarao.net/

Envie seu Comentário