Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mercedes decide até quarta onde terá fábrica no país

23 de setembro de 2013 4

O conselho de administração do grupo alemão Daimler, dono da Mercedes-Benz, deve decidir até quarta-feira o local da nova fábrica de automóveis da montadora no Brasil. A escolha final está entre Santa Catarina e São Paulo. Em função disso, lideranças do Estado como o governador Raimundo Colombo, o secretário de Desenvolvimento Econômico Paulo Bornhausen, e o prefeito de Joinville Udo Döhler têm reforçado a executivos da companhia a proposta técnica e financeira do Estado e o alto interesse em receber a unidade. Se a escolha for por SC, o município será Joinville, que tem tradição metalmecânica, trabalhadores qualificados na área e posição logística privilegiada, perto de quatro portos. A Mercedes também estará perto da concorrente BMW que está construindo sua unidade latino-americana em Araquari. Em São Paulo, conta a favor o fato de a empresa ter fábricas de ônibus e caminhões lá. Um obstáculo são as constantes greves dos metalúrgicos paulistas.

Comentários

comments

Comentários (4)

  • rogério cardozo diz: 23 de setembro de 2013

    SC tem um mercado bom para esses carros e esta no centro da região Sul a mais rica do Brasil.
    Visite Tubarão http://www.galeriatubarao.net/

  • luis carlos diz: 23 de setembro de 2013

    A exemplo da BMW a Mercedes Benz deve ficar nas proximidades da WEG no norte do Estado. A WEG AUTOMÓVEIS S.A. foi constituída para oferecer às montadoras motores para carros elétricos e motores híbridos, A WEG já oferece soluções para o mercado automobilístico.

  • orsi@netuno.com.br diz: 23 de setembro de 2013

    Gostei

  • LUIS CARLOS diz: 24 de setembro de 2013

    O primeiro carro elétrico com bateria de lítio desenvolvido no Brasil foi exposto na FIESC durante a Jornada Inovação e Competitividade da Indústria Catarinense, no seu centro de convenções, na Capital. A tecnologia de tração veicular elétrica está em desenvolvimento em Jaraguá do Sul, numa parceria entre a Weg (que desenvolve o motor e o drive de controle do motor) e o SENAI (que trabalha na construção do gerenciador de energia).

    O apoio à Weg no desenvolvimento do veículo de tração elétrica já integra o escopo de atividades do Instituto SENAI de Tecnologia Eletroeletrônica, que está em implantação na cidade, com investimentos de R$ 10,8 milhões. Contando com a parceria dos institutos Fraunhofer e Deutsche Geselhschaft Internationale Zusammenarebeit (GIZ), ambos da Alemanha, e do americano Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), o Instituto SENAI prestará serviços de metrologia, consultoria e inovação.

Envie seu Comentário