Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fórmula-1 em SC com menos verba pública

02 de novembro de 2013 1

O governo de Raimundo Colombo trabalha para que dê certo o projeto de construção de um autódromo internacional com capacidade para sediar competições da Fórmula-1 no parque Beto Carrero World. Mas como os recursos públicos são limitados e as demandas são grandes, o objetivo é buscar uma maior participação de investidores privados no projeto, orçado em cerca de R$ 150 milhões. Segundo a assessoria do governo, o Estado não poderá investir em torno de R$ 50 milhões como foi previsto inicialmente. As negociações estão avançadas com o líder da Fórmula-1, Bernie Ecclestone para realizar na futura pista de corrida catarinense a segunda maior competição do grupo, o GP Mercosul. Na avaliação do governo, a prova no Estado vai atrair muitos visitantes e projetará Santa Catarina no mundo em função do alto interesse que o automobilismo provoca. Além disso, o autódromo, projetado por Hermann Tilke, que desenhou os últimos 10 circuitos da Fórmula-1, vai abrigar outras competições automotivas e de motovelocidade. As negociações estão sendo feitas pelo ex-secretário de Estado Alexandre Fernandes e o presidente do parque Beto Carrero, Alexandre Murad. A assessoria de Murad informou que as conversas estão avançadas, mas não foram finalizadas ainda. Em entrevista anterior para a coluna, Fernandes disse que poderão ser feitos no novo autódromo testes de pneus da Fórmula-1, provas da Fórmula Truck, BMW GP Turismo e outras.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Carlos diz: 4 de novembro de 2013

    pode ser que de certo!

Envie seu Comentário