Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

KBW, sócia de construtora, contrata executivo nacional

28 de janeiro de 2014 4

O príncipe da Arábia Saudita Khaled bin Alwaleed Al Saud (foto) acelera investimentos no Brasil e em Santa Catarina. A sua holding, a KBW, anunciou ontem a abertura de filial em Florianópolis. O registro da empresa foi feito em contrato bilíngue na Junta Comercial de Santa Catarina. A KBW também informou que o seu CEO no Brasil será José Roberto Barbosa da Silva, do Espírito Santo, que tem ampla experiência como executivo nos setores público e privado e já preside o projeto Petrocity Portos, daquele Estado, do qual o príncipe é sócio majoritário. Em SC, a holding é sócia da Arcádia Engenharia e vai instalar filial da Raimondi Cranes, fábrica italiana de gruas para a construção cujo controle acionário foi adquirido há poucos dias pelo príncipe Kahled bin Alwaleed.
Segundo o deputado estadual Renato Hinnig, que recepcionou o príncipe em outubro de 2013, o nobre planeja nova visita a SC em breve. Sua equipe avalia dois terrenos para a instalação da unidade de gruas no Norte do Estado. Um é no município de São João do Itaperiú, próximo de rodovia, portos e de polos do setor metalmecânico.A Raimondi, que está finalizando uma fábrica no Ceará, vai investir cerca de US$ 100 milhões, nos próximos anos, no Brasil, Arábia Saudita e Índia.

Construção e infraestrutura
Os ramos de construção e infraestrutura concentram investimentos do príncipe Khaled bin Alwaleed Al Saud no Brasil. Discreto nos negócios, ele já tem empresa atuando no Estado. É um dos sócios da Arcádia Engenharia, que tem também sócios europeus. A empresa pode fazer obras rodoviárias, escolase outros projetos públicos.

Comentários

comments

Comentários (4)

  • Schell diz: 29 de janeiro de 2014

    Cara Colunista, tenho quase certeza de que meu comentário – meis uma vez, entre tantas – não será publicado, mas, não posso deixar de registrar: quer dizer, instalou empresa (empresa?) em Floripa, mas o CEO vem de longe? Quer dizer que SC não tem ninguém à altura do príncipe? Ou será que os Ceos de sucesso em SC estão todos no serviço (im)publicável dos colombinos? Preocupante: ninguém da Fiesc, da Acif, das tantas patronais, dos 3S, por aí…

  • Marcio Vieira diz: 29 de janeiro de 2014

    Prezada Jornalista,

    Parece que o tal principe das arábias anunciou o investimento da fabrica de gruas em mais de um lugar. Pelo menos é o que diz a colunista Marina Diana. Veja:

    http://leisenegocios.ig.com.br/index.php/2014/01/28/holding-saudita-desembarca-no-pais/

  • Rodrigo Figueiredo diz: 20 de abril de 2014

    Caro Shell, Florianópolis é uma linda cidade e tem muitas pessoas capazes de dirigir grandes empresas. Mas em relação a contratação de um CEO espírito-santense não tem nada com a falta executivos de sua terra, mas sim, com a confiança que o príncipe tem no Jose Roberto, que alem de ser um homem integro, é também um grande executivo. Parabéns ao Principe pela escolha e ao Jose Roberto Barbosa por ter aceito o convite. Rodrigo Figueiredo, Vila Velha/ES.

Envie seu Comentário