Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Domínio Sistemas, de Criciúma, é vendida para a Thomson Reuters

31 de janeiro de 2014 0

Uma das maiores empresas de software do país, a Domínio Sistemas, de Criciúma, especializada em soluções para escritórios de contabilidade, está sendo comprada pela Thomson Reuters, multinacional dos EUA que é líder mundial de soluções e informações inteligentes para empresas e profissionais, e também é dona da conceituada agência de notícias Reuters. A conclusão do negócio está prevista para as próximas semanas e depende do cumprimento de algumas condições. O valor da aquisção não foi revelado. Segundo Adrian Fognini, diretor da Thomson no Brasil, as duas empresas juntas têm oportunidade singular para reunir recursos fortes em territórios complementares e criar uma liderança regional que ofereça soluções tributárias e de contabilidade inovadoras e integradas a todos os segmentos de clientes no Brasil.
Fundada pela família Balsini, de Criciúma, a Domínio tem 653 colaboradores, 15 filiais e 19 revendas no Brasil que atendem a 16,5 mil clientes. No ano passado, faturou cerca de R$ 60 milhões. Seus principais software são o Contábil Plus (gestão contábil de empresas); O Contábil (solução compacta para a gestão contábil de empresas menores de contabilidade); O Empresarial (para micro e pequenas empresas); e o Ponto Eletrônico, uma solução para o controle das jornadas de trabalho de funcionários, interagindo com os relógios eletrônicos. Os Balsini também são sócios majoritários da Betha Sistemas, empresa que tem quase o mesmo porte da Domínio e derivou de serviço de informática de carboníferas criciumenses.
Com sede em Nova York e operações nos principais países do mundo, a Thomson combina experiência mundial com tecnologia inovadora para informação ao mercado financeiro e profissionais da área econômica. A companhia emprega mais de 60 mil pessoas e opera em cerca de 100 países. As ações da Thomson Reuters estão listadas nas bolsas de valores de Toronto (TSX: TRI) e Nova York (NYSE: TRI).

Comentários

comments

Envie seu Comentário