Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Japonês da BR-101 fará shopping como as galerias francesas

31 de janeiro de 2014 3

EstelajpalllsA Empreendimentos Japonês, de Sombrio, que atende a milhares de pessoas por dia em restaurante às margens da BR-101, lançou ontem o Shopping Outlet Japonês. Será inspirado nas Galerias Lafaiette, de Paris, com lojas internas sem paredes. O plano prevê 70 lojas, das quais 50% já estão vendidas.Terá hotel anexo e deve abrir em janeiro do ano que vem.

A localização será junto ao tradicional restaurante. Vito Basso, diretor da empresa investidora, o shopping vai atender necessidades dos fabricantes de moda de SC e de outras regiões que precisam de um espaço diferenciado para comercializar seus excedentes. Ele avalia que essa demanda é grande em função do número de empresas do setor no Estado.

O conceito, planejamento e comercialização é da empresa Empreteca Brasil, do Rio Grande do Sul, e o projeto é da arquiteta Priscila Barreto. De acordo com o diretor da Empreteca, Glenn de Carvalho, será o primeiro shopping aberto do país a exemplo das galeras, onde as lojas não tem barreiras como vitrines e paredes. Os clientes podem circular livremente em todo o espaço, o que facilita as compras. A área total do Shopping Japonês será de 21.800 metros quadrados, com lojas de 50 a 350 metros quadrados. O prédio de sete andares abrigará um hotel, centro profissional, garagem com 2,5 mil vagas rotativas e o Restaurante Japonês.

Comentários

comments

Comentários (3)

  • Schell diz: 31 de janeiro de 2014

    Taí, o popular camelódromo virando “conceito”. Nada como um bo marquetingue.

  • Matheus diz: 1 de fevereiro de 2014

    Ridiculo,vai virar um balaião!

  • Helio Rocha Fachel Chaves Vieira diz: 8 de fevereiro de 2014

    A 20 anos passados já conversávamos no Shopping Portico de Criciuma um modelo como este, onde haveria um caixa único, onde as pessoas fariam sua compras e independente de cada empresa pagariam tudo com uma so compra, a contabilidade remuneraria a cada empresa pelos tags dos produtos, fazendo assim com que o custo operacional baixasse muito a cada empresario

Envie seu Comentário