Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Modelo para SC "pular o Brasil" em inovação

28 de fevereiro de 2014 2

BarcelonaBlogO Estado avançou ontem na parceria com a região da Catalunha, Espanha, que tem como polo a cidade de Barcelona. Segundo o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Paulo Bornhauen, que lidera missão à região e também à Cingapura, o objetivo é constituir um modelo na área de tecnologia da informação para SC “pular o Brasil” em inovação, ou seja, avançar mais .Negociações semelhantes estão em andamento com Portland (EUA) e Cingapura.O plano é obter esse avanço mais acelerado com os 11 centros de inovação que estão sendo implantados no Estado.
Ontem, o grupo de SC, que é integrado também pelo presidente do conselho do Sebrae no Estado, Alcantaro Corrêa, e o superintendente da instituição, Carlos Guilherme Zigelli, foi recebido por mais de uma hora pelo presidente da Catalunha, Artur Mas. Em outro encontro, os catarinenses conheceram o plano de descentralização de polos inovadores de Barcelona. Ao presidente Artur foram apresentados os projetos dos centros de inovação de SC e oficializado o início da cooperação entre o Estado e a Catalunha que visa a transferência de conhecimento em gestão e o incentivo de negócios entre empresas das duas regiões.
- Precisamos de um salto na economia e na arrecadação para poder sustentar o sistema do Estado. Não vamos conseguir isso só com vendas ao mercado interno. SC perdeu a capacidade de exportação nos últimos anos. Isso significa que perdeu competitividade. Estamos tentando criar algo novo _ disse Bornhausen.
Ele citou também o exemplo Pólo de Saúde, criado na região de Itajaí, em 2011, com tributação em logística da ordem de 1%. O faturamento já chega a R$ 4 bilhões e a arrecadação indireta cresceu.

Polo de Barcelona é uma das referências
A cidade de Barcelona transformou área de indústrias obsoletas no final do século passado em um polo de empresas de tecnologia buscando uma sinergia entre todas instituições. O resultado superou expectativas e hoje são mais de 7,3 mil empresas. O próximo passo, é a criação de polos em outras regiões da cidade, disse Josep Piqué, que recebeu a missão de SC ontem. Na foto acima, a partir da esquerda, o coordenador do projeto de polos de inovação de SC, Carlos Olsen; superintendente do Sebrae-SC, Carlos Guilherme Zigelli;  presidente do conselho do Sebrae-SC, Alcantaro Corrêa; secretário Paulo Bornhausen; e o consultor do InovaSC, Amir Hamad diante do Barcelona Activa, ontem, após as reuniões.

 

A colunista viajou a convite do Sebrae-SC

Comentários

comments

Comentários (2)

  • Schell diz: 1 de março de 2014

    Cara Colunista, e desde quando governos estaduais são “incrementadores” de indústrias e empresas disso e daquilo? Cabe ao empreendedor buscar soluções para os seus negócios. Essas viagens – aqui reportadas em realeses oficiais – são apenas turismo disfarçado – e sempre com o dinheiro da “viúva”. Por favor, fiquemos com a cobertura carnavalesca que, com todos os excessos, ainda é mais real. Evoé!

  • jonas diz: 6 de março de 2014

    Sr. Schell, o senhor está por fora, não sabe o que está acontecendo no estado com estas iniciativas. Informe-se melhor.

Envie seu Comentário