Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Celesc vai receber R$ 332,60 milhões para custo extra de energia

24 de abril de 2014 0

O governo federal viabilizou empréstimo de R$ 4,7 bilhões para ser liberado na próxima semana com o objetivo de pagar o custo adicional de geração de energia que as distribuidoras do setor tiveram em fevereiro. Cerca de 83% desse montante vai ficar para as regiões Sul e Sudeste. A Celesc vai receber R$ 332,60 milhões. Ao todo, o empréstimo do governo federal somará R$ 11,2 bilhões este ano. A outra parte dos recursos será liberada em duas parcelas, uma em maio e outra em junho. O empréstimo, que começará a ser pago pelos consumidores a partir do ano que vem, tem custo de 1,9% ao ano mais o CDI.
A assinatura do contrato de R$ 11,2 bilhões gerou crise na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), órgão que ficou responsável para fazer o empréstimo. Dos cinco conselheiros da instituição, três pediram demissão ontem. Alegaram que não foram consultados sobre a operação e pediram afastamento para não inviabilizá-la, segundo o jornal Valor. Dois permaneceram e a operação será fechada, sem atraso ao pagamento previsto às distribuidoras.
Os recursos serão usados para cobrir despesas com térmicas e compra da parte de energia que não estava contratada por um preço menor. No ano passado, a Celesc recebeu R$ 570 milhões do governo federal para cobrir custo de geração térmica em função da falta de chuvas. Para este ano, o presidente da empresa, Cleverson Siewert, disse que o valor será maior.

Comentários

comments

Envie seu Comentário