Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Torcida da Argélia escolhe Balneário Camboriú para a Copa

28 de abril de 2014 0

Balneário7Os mais de 2,5 mil torcedores da seleção da Argélia, país do Norte da África, ficarão hospedados em Balneário Camboriú (foto) na primeira fase da a Copa do Mundo, de 19 a 26 de junho. A informação foi destacada pelo embaixador do país no Brasil, Djamel Eddine Bennaoum, durante a reunião da comitiva de 11 embaixadores árabes na Federação das Indústrias (Fiesc), ontem à tarde. Os diplomatas participam até hoje de uma série de reuniões em SC para ampliar os negócios e investimentos entre o Estado e os 22 países da Liga Árabe. Também estiveram com o governador Raimundo Colombo e o prefeito de Florianópolis, Cesar Souza.

Segundo o embaixador da Argélia, a previsão é de que virão de 2,5 mil até 3 mil torcedores. Os jogos da seleção do país serão em Belo Horizonte, Porto Alegre e Curitiba. Questionado se a equipe pode ser campeã, ele mostrou otimismo.

- Eu espero que seja a campeã, mas a Copa do Mundo tem grandes equipes e a favorita é a do Brasil - disse Bennaoum.

A presidente do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau, Margot Rosenbrock, disse que a cidade foi escolhida pela logística. Conta com um complexo de hotéis de três a cinco estrelas, ampla oferta de restaurantes, comércio e praia, tudo numa mesma região. Além disso, a cidade está próxima da BR-101. Conforme Margot, houve negociação até para que seja servida alimentação preparada segundo as exigências do islamismo. A escolha de Balneário foi feita pelo país que conta com o serviço da empresa francesa de turismo Le Group. Um dos diferenciais da Argélia é que os torcedores viajam juntos. Vão ocupar cerca de 1,3 mil apartamentos na cidade que tem rede hoteleira com cerca de 20 mil leitos.

Além do apoio à seleção, durante o período em que estarão no Brasil, lideranças econômicas argelinas participarão de um seminário na Fiesc. O país, que é um dos maiores parceiros de SC entre os países árabes e tem economia que vem crescendo 5% ao ano nos últimos 10 anos, pretende ampliar parcerias com o Estado.

Foto: Charles Guerra, BD/24/01/2014

Comentários

comments

Envie seu Comentário