Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Força dos serviços diferencia arrecadação da Capital de SC

11 de maio de 2014 0

Florianópolis é uma das quatro capitais brasileiras que obtém maior arrecadação própria do que de transferências da União e Estado. As outras são Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro. A conclusão é de novo estudo sobre municípios feito pela Fundação Brava e Insper, informou o site da Folha de S. Paulo hoje. Esse diferencial ocorre em função da forte participação de dois tributos municipais, o IPTU (sobre imóveis) e o ISS (sobre serviços) quando a expansão imobiliária, software, turismo ou outros segmentos dessa categoria estão mais presentes.

Em municípios onde o peso da indústria, comércio ou agricultura é grande, impostos como o ICMS e o IPI incidem mais. Esses tributos são arrecadados pelo Estado e a União, consequentemente, as prefeituras recebem o percentual de retorno devido que no caso de ICMS é de 25%.
Por ter um polo de software desenvolvido, Florianópolis arrecada mais ISS desse setor do que com o turismo, por isso ganhou espaço nas mídias nacional e internacional sendo apontada como o Vale do Silício do Brasil. Isso em função de pesquisa feita em 2007, segundo a qual empresas de tecnologia arrecadaram R$ 9,9 milhões, o que correspondeu a 11% do total de ISS, tributo que representava 37% da arrecadação. A cifra foi duas vezes maior que a do turismo, setor tradicional na Ilha de SC.

Comentários

comments

Envie seu Comentário