Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 30 maio 2014

PIB perde ritmo e cresce apenas 0,2%. SC foi melhor

30 de maio de 2014 1

A expansão do PIB brasileiro deu uma desacelerada no primeiro trimestre do ano, com crescimento de apenas 0,2% no período frente ao trimestre anterior. Pesou para esse resultado pífio a queda de 2,1% na taxa de investimentos (formação bruta de capital fixo) e os recuos de 0,8% da indústria e de 3,3% das exportações de bens e serviços. Segundo o IBGE, que fez o levantamento, o agronegócio cresceu 3,6% no período, os investimentos de governos aumentaram 0,7% e os serviços, 0,4%. As importações de bens e serviços tiveram alta de 1,4%.

A expansão do agronegócio era esperada porque é nesse período em que é colhida a safra de grãos. A queda de investimentos é preocupante porque esse é um dos grandes gargalos do país. Sem investimento, a economia não cresce. Vale observar que indicadores sobre Santa Catarina no período de janeiro a março deste ano indicam que o Estado teve desempenho acima da média nacional. A principal referência é o índice do Banco Central por Estados, mas os empregos, vendas e produção industrial e exportações também indicaram números mais elevados em SC. A propósito, o PIB por Estados sai um ano depois.

Sesi de SC faz parceria com Universidade de Harvard e Niosh

30 de maio de 2014 0

HarvardSanta Catarina vai sediar no Sesi, do Sistema Fiesc, um núcleo de inovação na área de qualidade de vida do trabalhador da indústria. O projeto integra iniciativa do Sesi nacional em parceria com duas instituições americanas que são referência mundial na área, a Universidade de Harvard e o Instituto Nacional de Saúde Ocupacional (Niosh). Quarta-feira e ontem, executivos das duas instituições visitaram a sede da Fiesc e empresas de Joinville para conhecer o trabalho do Sesi. Só no Estado, as inovações do novo núcleo vão beneficiar cerca de 800 mil trabalhadores da indústria e seus familiares.
Segundo o gerente executivo do Sesi nacional na área de qualidade de vida, Sérgio Motta, os núcleos adotarão inovação aberta, o que permite diversos parceiros, incluindo pesquisadores de universidades num sistema de co-participação na busca de soluções para qualidade de vida no trabalho.
A diretora de colaboração global do Niosh, Andrea Okun, avalia que essa parceria será uma via de mão dupla.O instituto tem pesquisas sobre saúde em setores tradicionais da indústria, na área de serviços e começa a dar atenção maior aos efeitos das tecnologias do futuro, como a nanotecnologia.
O Centro de Promoção de Saúde e Bem Estar no Trabalho da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard pesquisa a saúde total do trabalhador, diz a pesquisadora Deborah McLellan, que atua no Instituto de Câncer Dana-Faber, da universidade. Integra a parte de segurança e saúde com a questão do estilo de vida e bem-estar, incluindo doenças crônicas e metabólicas.

Qualidade de vida
Um dos temas prioritários da Fiesc, atualmente, é a qualidade de vida do trabalhador. Por isso, ontem, o presidente da entidade, Glauco José Côrte, conversou com os executivos e pesquisadores da Universidade de Harvard e do Niosh sobre a parceria para o núcleo de inovação do Sesi. Além disso, em maio de 2015, SC vai sediar o Encontro Mundial de Qualidade de Vida do Trabalhador. Na foto, a partir da esquerda, o superintendente do Sesi-SC, Fabrizzio Pereira; Dawn Castillo e Hongwei Hsiao, do Niosh; gerente nacional do Sesi, Sérgio Motta; diretora do Niosh, Andrea Okun; pesquisadora de Harvard, Deborah McLellan, Jack Dennerlein, também de Harvard, e o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte.
Foto: Fillipe Scotti, divulgação