Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

"Embora alguns se esqueçam"

28 de junho de 2014 0

Ao discursar, ontem, sobre o futuro da indústria e suas necessidades para continuar crescendo, o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, aproveitou para alertar sobre o que o mundo está fazendo e lembrar que a indústria tem papel expressivo na geração de impostos que sustentam o setor público.

- Como assinala o mapa estratégico da indústria 2013-2022, “somos parte do mundo”.   O  Brasil não pode deixar de observar os exemplos de outros países em que a indústria está no centro da estratégia de desenvolvimento. A atividade industrial, como se sabe, gera efeitos favoráveis sobre a inovação e produtividade das demais atividades da economia e produz importantes impactos positivos sobre a economia, o emprego, a exportação, a criação de riquezas e, embora alguns se esqueçam disso,  de receitas para manter o  setor público – afirmou o empresário.

Comentários

comments

Envie seu Comentário