Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Depois da Copa, a reunião dos BRICs no Brasil

13 de julho de 2014 0

Apresidente Dilma, que recebeu chefes de Estado exterior ontem no Maracanã e enfrentou mais algumas vaias no estádio, segue com agenda internacional. É anfitriã da cúpula dos líderes dos BRICs – grupo de países integrado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – que acontece hoje e amanhã, em Fortaleza, no Ceará. Vai conversar com os presidentes da China, Xi Jinping; Rússia, Vladmir Putin; o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi; e o presidente da África do Sul, Jacob Zuma.

O setor empresarial brasileiro vai participar de reunião com líderes empresariais dos outros países hoje à tarde e à noite. Os pleitos deles serão encaminhados aos presidentes para que sejam abordados com seus pares na reunião de amanhã e encaminhem soluções, explica o diretor de Relações Industriais e Institucionais da Fiesc, Henry Quaresma, que representará a Federação das Indústrias no evento. Segundo ele, além do avanço da abertura de mercado para carnes e outros intercâmbios, Santa Catarina tem interesse em atrair investimentos em infraestrutura, especialmente ferroviária. Quaresma levará material em mandarim e inglês que informam sobre os projetos e como estrangeiros podem investir.

Melhores condições para exportações de carnes será um foco da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), explica o presidente da entidade, Francisco Turra. Ele tem sugestões de melhorias aos mercados dos BRICs.

A propósito, uma das maiores críticas do setor privado ao governo é a falta de negociações de acordos internacionais enquanto os grandes blocos econômicos avançam em seus planos e isolam mais o Brasil.

Comentários

comments

Envie seu Comentário