Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Barreiras às vendas externas reduzem o PIB

22 de julho de 2014 1

Uma das principais causas do baixo crescimento do PIB brasileiro é o fraco desempenho das exportações de produtos industrializados. De janeiro a junho, o Brasil teve déficit de US$ 56 bilhões nesse setor, um pouco maior do que os US$ 54,72 bilhões do mesmo período de 2013. Entre as principais causas desse recuo estão gargalos estruturais e menores vendas à Argentina, que decidiu comprar da China por ser mais barato. Mas ontem, no seminário de lançamento da publicação Análise do Comércio Internacional Catarinense 2014, ficou claro que gargalos estruturais de longo prazo às médias e pequenas empresas estão impedindo negócios com o exterior, o que significa que tanto SC quanto o Brasil poderiam exportar mais manufaturados.
A gerente-executiva de Negócios Internacionais da CNI, Soraya Rosar, alertou que um dos problemas crônicos é a falta de crédito. O pequeno exportador financia sua venda externa. Quando consegue linha de crédito, esbarra nas garantidas. Além disso, quase 50% dos exportadores não recebem restituição de tributos como Pis/Cofins e ICMS. Outro absurdo é a burocracia. Segundo ela, um exportador precisa preencher 11 vezes o número do CNPJ. Além disso, as empresas enfrentam falta de assessoria para descobrir novos mercados. Tem empresa que pode exportar, mas não sabe para quem, comentou Soraya Rosar.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Rogério Cardozo diz: 22 de julho de 2014

    O Brasil tem uma empresa APEX senão me engano , ela é que deve exercer o papel de propagandista dos produtos brasileiros no exterior até fez propaganda na copa. Acho que as empresas devem solicitar para o governo federal que intensifique o trabalho dessa agencia que é ligada ao Banco do Brasil. Quanto à burocracia, o Ministério de Comércio Exterior deve se solicitado a melhorar os trâmites e ajudar e não atrapalhar as empresas. O Brasil é um dos maiores parceiros comercias da China. Deve procurar vender mais .

Envie seu Comentário