Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Baixo crescimento afeta contas públicas

31 de julho de 2014 1

Como a economia está crescendo pouco e os gastos públicos seguem avançando bem acima da expansão da arrecadação real do governo federal, as contas estão se deteriorando. No mês de junho, o governo central, que inclui as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, teve déficit primário de R$ 1,946 bilhão. Foi o pior desempenho para o mês desde 1997, quando foi iniciada a série histórica. Essas contas consistem no resultado das receitas e despesas com pessoal, custeio, programas sociais e investimentos, excluindo despesas de juros.

No primeiro semestre, o resultado do superávit primário ficou positivo, em R$ 17,237 bilhões. Porém, representa 50% do total registrado no mesmo período do ano passado e foi o pior primeiro semestre desde 2000. Frente ao PIB, o superávit do semestre 2014 está em 0,69.

O governo tem tomado medidas para aquecer a economia, mas parece que o mercado espera a definição da eleição.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • VORAZES diz: 31 de julho de 2014

    É preciso deter a voracidade dos cambiadores (especuladores) mais conhecidos como ABUTRES que, para manter seus lucros estratosféricos, sacrificam os povos das nações, exigindo-lhes, além do suór, também o sangue.

Envie seu Comentário