Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mais firmeza com a Argentina

27 de agosto de 2014 0

A crise econômica da Argentina causa apreensão ao setor produtivo catarinense e brasileiro. Ontem, a Federação
das Indústrias do Estado (Fiesc) promoveu debate sobre o problema com a participação do diplomata Regis Arslanian, que foi embaixador do Brasil no Mercosul. Para ele, o governo brasileiro  precisa fazer valer a posição do país, que responde por 80% do PIB do bloco, e defender os nossos interesses, tanto no Mercosul quanto na Argentina. Arslanian diz que essa deve ser uma prioridade do novo governo brasileiro.

– Não devemos virar as costas para os nossos vizinhos, mas também não devemos torcer para que eles afundem. Devemos ser mais firmes dentro da América do Sul e do Mercosul. Se fôssemos mais firmes, a gente teria conseguido muito mais pelos nossos interesses econômicos e políticos e também teria sido melhor para os vizinhos. O prazo de paciência estratégica com a Argentina acabou – disse o diplomata.

O evento contou com a participação do presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, e do diretor Henry Quaresma. No primeiro  semestre de 2013, as exportações de SC para a Argentina caíram 19%.

Comentários

comments

Envie seu Comentário