Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Economia de SC cresce acima da média nacional

20 de setembro de 2014 1

O ritmo da atividade econômica do país segue baixo, mas Santa Catarina continua acima da média. Foi isso que mostrou novamente o Índice de Atividade Econômica Regional (IBCR-SC), calculado pelo Banco Central e considerado uma prévia do PIB. No mês de julho frente a junho, o Estado teve alta de 2,6% enquanto o Brasil cresceu 1,5%. No acumulado de janeiro a julho, SC avançou 3% e o país ficou em 0,1%.

Outro indicador importante foi a geração de postos de trabalho no Estado. Segundo o Caged do Ministério do Trabalho de janeiro a agosto SC empregou 3,4% mais enquanto o Brasil teve aumento de 1,9%. A indústria de transformação do Estado expandiu o número de vagas em 3,8% no período; e em nível nacional, a alta foi de apenas 0,3%. Conforme o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, a indústria catarinense, de janeiro a agosto, abriu 25.767 novos postos de trabalho. Se for considerada a construção civil e a extração mineral, foram 37 mil novas vagas, a maior expansão nacional, comentou o empresário.

- Os números de empregos da indústria não são para soltar foguetes, mas estão melhores do que a média brasileira. O industrial catarinense resiste a demitir – avaliou Côrte.

As exportações de SC, de janeiro a agosto, avançaram 5,83% enquanto as do Brasil caíram 1,68%. O varejo restrito do Estado cresceu 0,9% até julho e o varejo ampliado teve expansão de 2,1%.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • VALTER ERNESTO DA SILVA diz: 21 de setembro de 2014

    Interessante esta matéria da colunista Estela Benetti. Os dados apresentados reforçam o que observamos no Estado de SC como um todo, isso já é verdade mesmo sem observar números qualitativos e quantitativos